Negado novo pedido de habeas corpus para Bruno e Macarrão

Juiz determinou, ainda, que os dois sejam transferidos do Rio de Janeiro para Minas Gerais

iG Rio de Janeiro |

A 7ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio negou, nesta terça-feira (21), o pedido de habeas corpus do goleiro Bruno Fernandes e de seu amigo Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão.

Eles são acusados de lesão corporal, sequestro e cárcere privado de Eliza Samudio, desaparecida desde o dia 4 de junho deste ano.

O julgamento do recurso teve início no dia 31 de agosto e terminou nesta terça-feira, após a conclusão do voto de três desembargadores. 

O juiz Marco José Mattos Couto determinou em sua decisão, após os votos dos desembargadores, “que os réus sejam recambiados para Minas Gerais, devendo o cartório tomar todas as medidas cabíveis para que isso ocorra da forma mais célere possível”.

A Seap (Secretaria de Administração Penitenciária) afirmou que não irá informar, por motivos de segurança, quando será a transferência dos dois que se encontram detidos em Bangu 2, na zona oeste do Rio de Janeiro.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG