Ministério Público do Rio pediu prisão temporária para Bruno, mas ele ainda não foi localizado

A mulher do goleiro do Flamengo, Dayanne Rodrigues Souza, de 23 anos, foi presa nesta manhã em Belo Horizonte. De acordo com a advogado dela, Ércio Quaresma, Dayanne estava em casa quando foi surpreendida com a chegada dos policiais, por volta das 6h30.

Ela chegou a ligar para o advogado e dizer que estava sendo levada para a delegacia. Ércio Quaresma afirmou que ligou para um delegado da homicídios para saber o que estava acontecendo, quando ficou ciente que Dayanne estava sendo detida por força de um mandado de prisão temporária.

Mulher de Burno, Dayanne Souza, com o advogado
AE
Mulher de Burno, Dayanne Souza, com o advogado


Dayanne foi intimada na terça-feira pela polícia civil e deveria comparecer nesta tarde ao Departamento de Investigações para prestar depoimento. Ao que tudo indica, os delegados conseguiram ainda ontem, junto à Justiça, o pedido de mandado de prisão temporária para a mulher de Bruno, investigado pelo desaparecimento de Eliza Samudio, com quem teve um relacionamento no ano passado.

A mulher chegou a ser presa em flagrante no dia 11 do mês passado quando prestou seu primeiro depoimento à polícia e negou saber do paradeiro do filho de Eliza, um menino de 5 meses que seria filho do jogador. A criança foi encontrada em uma favela do bairro Liberdade, em Contagem, na Grande BH. Após o episódio, Dayane confessou que ficou com o menino a pedido de Luíz Henrique Romão, conhecido como Macarrão, amigo de Bruno. Depois entregou a criança para conhecidos quando soube de Macarrão que policiais estavam indo até o local.

O chefe do Departamento de Investigações, Edson Moreira chegou no início da manhã na delegacia mas não deu nenhuma declaração sobre a situação de Dayanne. O advogado dela, Ércio Quaresma, disse que vai entrar com um pedido de habeas corpus assim que tiver acesso ao decreto de prisão de sua cliente.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.