Ministério Público pede prisão temporária do goleiro Bruno

Jogador é suspeito de participação no desaparecimento da ex-amante Eliza Samudio

iG São Paulo |

A Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro solicitou na noite desta terça-feira a prisão do goleiro do Flamengo, Bruno Fernandes, e de seu amigo Luis Henrique Ferreira Romão, conhecido como Macarrão.

O Ministério Público do Estado encaminhou o pedido ao Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) e aguarda a decisão.

Segundo o TJ-RJ, a juíza de plantão Fabelisa Gomes de Souza tem até as 11h da manhã desta quarta-feira para aceitar ou negar a solicitação de prisão preventiva dos envolvidos.

O pedido foi feito após o depoimento de J., um primo de 17 anos do jogador que confessou ter participado do desaparecimento de Eliza Samudio, ex-amante de Bruno. A promotoria também deve pedir a apreensão do adolescente.

* Com Agência Estado

    Leia tudo sobre: BrunoEliza Samudioprisão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG