Justiça nega pedido de Bola para se mudar para cadeia de Bruno

Ele vai continuar no presídio Jason Soares Albergaria, em São Joaquim de Bicas

Denise Motta, iG Minas Gerais |

Acusado de matar Eliza Samudio, ex-amante do goleiro do Flamengo Bruno Fernandes de Souza , Marcos Aparecido de Souza, conhecido como Bola, não será reencaminhado ao presídio onde está o atleta, a Penitenciária de Segurança Máxima Nelson Hungria, em Contagem, na Grande Belo Horizonte. A decisão foi divulgada hoje pela assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

Leia também: "Defesa do Bruno começou agora, do zero", diz seu advogado

Bola foi transferido para o presídio Jason Soares Albergaria, em São Joaquim de Bicas, em abril deste ano, com outros 19 detentos. O motivo seria a reforma no pavilhão em que eles estavam. Um destes detentos pediu para retornar ao presídio de origem, sob alegação de que a infraestrutura do segundo local seria pior. Caso o pedido fosse aceito pela Justiça, todos os 20 detentos, incluindo Bola, retornariam à Penitenciária de Segurança Máxima Nelson Hungria.

null

    Leia tudo sobre: Goleiro BrunoEliza Samudiobola

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG