Justiça manda Flamengo depositar pensão para filho de Bruno

Depósito deverá ser feito no processo pelo reconhecimento da paternidade e para recebimento de pensão aberto por Eliza Samudio

AE |

AE
Bruno durante audiência de instrução, nesta terça-feira, no Fórum de Esmeraldas
A Justiça do Rio de Janeiro determinou que o Clube de Regatas Flamengo deposite em juízo um porcentual do salário do ex-goleiro Bruno Fernandes de Souza, pelo processo de reconhecimento de paternidade e para recebimento de pensão, aberto por Eliza Samudio contra o atleta, quando ela estava grávida, em 2009.

Segundo o Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ), a decisão foi dada pela juíza Maria Cristina de Brito, da 1ª Vara de Família da Barra da Tijuca.

A magistrada levou em conta que o atleta ainda era funcionário do clube quando o processso foi aberto. O Flamengo ainda pode recorrer.
O clube deverá depositar em conta judicial, até o dia 5 de cada mês, o equivalente a 17,5% do valor recebido pelo goleiro enquanto o seu contrato com o Flamengo não estava suspenso e o processo já tramitava no TJ.

O dinheiro, cerca de R$ 25 mil mensais, deverá ser depositado na conta do TJ e só será repassado para a família de Eliza Samudio se for provado que o atleta é o pai do filho de Eliza Samudio.

A juíza também determinou que o laboratório responsável pelo exame de DNA da criança envie o resultado à Justiça, no prazo de cinco dias a partir da publicação do despacho.

O vice-presidente jurídico do Flamengo, Rafael de Piro, afirmou que o clube ainda não recebeu a decisão judicial, mas acredita que a obrigação do pagamento seja do ex-goleiro do Clube. "Falando em tese, pois não recebi o oficio e não sei o teor da decisão, esse pagamento é uma obrigação do Bruno. O contrato dele está suspenso. Acredito que isso inviabiliza esse pagamento, neste momento, mas tenho que ver a decisão da justiça para poder confirmar”.

Eliza está desaparecida desde o início de junho e seu corpo ainda não foi encontrado, mas a polícia já a considera morta. Bruno, um dos acusados do crime, está preso na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem (MG).

* Com informações da Agência Estado

    Leia tudo sobre: brunoeliza samudioflamengo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG