Família de Eliza diz que só paga recompensa se o corpo for achado

Pai da ex-amante do goleiro do Flamengo reafirma que dará R$ 5 mil por informações que ajudem a localizar o corpo da jovem

Alessandra Mendes, especial para o iG |

A denúncia feita por um tio do adolescente de 17 anos apreendido no Rio de Janeiro por suspeita de ter participado no desaparecimento de Eliza Samudio, levantou uma questão: Os 5 mil reais oferecidos pelo pai da jovem, Luis Carlos Samudio, como recompensa por informações sobre o paradeiro de Eliza serão pagos ao tio do menor? 

A resposta é não. Pelo menos por enquanto. De acordo com o advogado do pai de Eliza, Jader Marques, o dinheiro só será pago quando o corpo da ex-amante do goleiro do Flamengo for localizado. A recompensa é por uma informação que leve a polícia ao local onde estaria o cadáver ou os restos mortais da jovem. 

Chegou-se a cogitar que a informação passada pelo tio, sobre a participação do adolescente de 17 anos no assassinato de Eliza seria falsa. Ao que tudo indica, pelo menos parte do que foi dito pelo denunciante, e mais tarde pelo próprio menor à polícia, estava certo.

Nesta quarta-feira (7) o menino ajudou a polícia nas buscas pelo corpo de Eliza. Os trabalhos se concentraram na casa de um ex-policial civil no bairro Santa Clara, em Vespasiano, região metropolitana de Belo Horizonte. 

Jader Marques, advogado de Luís Carlos Samúdio, afirma que todas as denúncias sobre o paradeiro de sua filha são bem vindas. "Esta informação do tio do menor pode não ser 100% verdadeira, mas levou a polícia até pistas importantes do caso e mais, a prisão dos suspeitos. Agora esperamos a localização do corpo".

    Leia tudo sobre: eliza samudiogoleiro brunorecompensa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG