Ex-advogado de Bruno, Ércio Quaresma quer ser vereador em BH

Recuperado do vício em crack, Quaresma se filiou ao PV e diz que sua bandeira será o combate às drogas

Denise Motta, iG Minas Gerais |

Recebi um convite para me filiar e me candidatar e estou assumindo a empreitada. Quero trabalhar no combate ao uso de entorpecentes. Vamos frisar isso por causa da minha experiência pessoal”

A vitória sobre o crack será a principal plataforma de campanha do futuro candidato a vereador em Belo Horizonte pelo PV, Ércio Quaresma. Ex-defensor do goleiro Bruno Fernandes de Souza , o advogado Quaresma se filiou à legenda há duas semanas e diz estar ansioso para enveredar na área política. Depois de polêmicas envolvendo a defesa do atleta que atuou no Flamengo e é acusado de matar a ex-amante Eliza Samudio, o criminalista hoje atua na defesa de Marcos Aparecido dos Santos, conhecido como Bola, ex-policial apontado pela promotoria como o executor de Eliza.

Leia a cobertura completa sobre o caso do goleiro Bruno

“Recebi um convite para me filiar e me candidatar e estou assumindo a empreitada. Quero trabalhar no combate ao uso de entorpecentes. Vamos frisar isso por causa da minha experiência pessoal”, disse Quaresma ao iG .

Futura Press
O ex-advogado do goleiro Bruno, Ércio Quaresma
Ele também já ensaia jargões do meio político ao dizer que ainda não sabe se o PV vai “sair solteiro ou com algum tipo de casamento”, em referência às composições de chapas majoritária (prefeito e vice) e proporcional (vereadores). “Acredito que o nome do Délio Malheiros é um excelente nome para disputar a prefeitura”, comentou ao ser questionado se defende a candidatura própria do PV na sucessão do atual prefeito da capital mineira, Marcio Lacerda (PSB).

O deputado estadual Délio Malheiros é presidente do PV de Belo Horizonte e disse ao iG que Quaresma é exemplo de recuperação na luta contra o vício em drogas e pode, desta forma, contribuir para o partido. “Para a gente é bom. Ele passou por uma experiência de vida e pode nos ajudar”. Sobre a possibilidade de disputar o cargo máximo do executivo municipal, Malheiros explicou que há uma orientação do PV nacional de lançar candidatura própria em 2012, seu nome está colocado, mas outros podem surgir.

O PV em BH

A respeito de um novo perfil para o partido com a saída da ex-senadora e candidata à presidência da República no ano passado, Marina Silva, Délio diz que o PV sempre existiu sem ela e continuará a existir. “A saída da Marina foi ruim para ela e para o PV, mas o partido hoje está em ascendência. Hoje o PV é uma grife. As pessoas vêem um boné do PV e querem saber onde se compra”.

Hoje o PV é uma grife. As pessoas vêem um boné do PV e querem saber onde se compra”, diz presidente da sigla em BH

Malheiros ainda contou ao iG que o partido contará com uma chapa completa de vereadores e que a tendência é de sair sozinho na chapa proporcional. Sobre a chapa majoritária, ele diz que tem agendadas conversas na próxima semana com representantes do PR, PPS e PDT. A intenção, segundo o deputado, é coligar para aumentar o tempo de televisão. Ele diz que o eleitor de Belo Horizonte é muito crítico e isso se comprovou com a vitória de Marina na cidade, na eleição presidencial do ano passado, “diante da máquina federal do PT e da máquina estadual do PSDB”.

“Temos mais de 80 pessoas querendo disputar uma vaga na Câmara Municipal. É uma chapa boa, de pessoas do bem. Estamos convidando e já temos filiados delegados federais, delegados aposentados, médicos e policiais militares. O PV vai surpreender, tenha certeza disso”, finaliza o dirigente partidário, esperançoso com as chances de Quaresma.

    Leia tudo sobre: ércio quaresmabolagoleiro brunopveleições 2012

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG