Ex-advogado de Bruno é suspenso da OAB por 90 dias

Ele foi suspenso, em decisão unânime do Tribunal de Ética e Disciplina, por causa de vídeo no qual aparece fumando crack

AE |

selo

O ex-advogado do goleiro Bruno Fernandes de Souza, Ércio Quaresma Firpe, foi suspenso nesta terça-feira (30) por noventa dias, período pelo qual não poderá exercer a atividade. Ele foi afastado por decisão do Tribunal de Ética e Disciplina (TED) da seccional mineira da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/MG).

Quaresma assumiu a defesa de Bruno quando o goleiro passou a ser investigado por envolvimento no desaparecimento de sua ex-amante, Eliza Samudio. Durante as investigações da Polícia Civil mineira e as audiências no Tribunal do Júri do fórum de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, o advogado se envolveu em diversas polêmicas.

Ele foi suspenso, segundo a OAB, em decisão unânime dos cinco membros do TED, por causa de um vídeo no qual aparece fumando crack, que o levou a assumir o vício na droga. No prazo do afastamento, a ordem deve julgar dez processos contra o advogado, que podem resultar até na cassação de seu registro na entidade.

Ainda durante as investigações sobre o desaparecimento de Eliza, Quaresma participou de bate-bocas com os delegados responsáveis pelas investigações - que resultaram na acusação contra o goleiro e outras nove pessoas, incluindo um menor, por sequestro e assassinato de Eliza. Ele chegou até a divulgar em seu blog trechos do inquérito com anotações com apelidos pejorativos para os policiais.

O advogado também foi acusado de ameaçar familiares de Bruno e foi repreendido várias vezes pela juíza Marixa Fabiane Lopes. Em uma delas, Quaresma levou uma bronca por dormir e roncar durante audiência na qual Bruno prestava depoimento.

Na semana passada, ele pediu licença para tratar o vício em crack. Hoje, ao deixar a sede da OAB, em Belo Horizonte, afirmou que não sabe se vai recorrer da decisão e que acredita em sua absolvição nos processos. "Vou aceitar e cumprir a decisão. Depois eu retorno à minha atividade profissional", disse.

    Leia tudo sobre: brunoeliza samudio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG