Conclusão de julgamento de habeas corpus para Bruno é adiada

Desembargadora pede para analisar os autos do processo antes de sua decisão

iG Rio de Janeiro |

A 7ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio suspendeu nesta terça-feira (14) a conclusão do julgamento do habeas corpus do goleiro Bruno Fernandes das Dores de Souza e de seu amigo, Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, acusados de lesão corporal, ameaça, seqüestro e cárcere privado de Eliza Samudio. O pedido foi feito pelo advogado do goleiro, Ércio Quaresma.

Bruno está detido no complexo penitenciário de Bangu, na zona oeste do Rio.

Até o momento, dois desembargadores negaram o pedido da defesa dos réus. A terceira e última magistrada a votar, a desembargadora Márcia Perrini Bodart, pediu para examinar os autos antes de decidir. A próxima sessão da 7ª Câmara Criminal será na terça-feira, dia 21.

    Leia tudo sobre: Brunoeliza samudiohabeas corpus

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG