Bruno e Macarrão prestam depoimentos em Minas Gerais

Eles deixaram o presídio para falar em uma delegacia. O pedido foi feito pela Polícia Civil do Rio de Janeiro

Denise Motta, iG Minas Gerais |

O ex-goleiro do Flamengo Bruno Fernandes de Souza prestou depoimento nesta quinta-feira em uma delegacia de polícia em Minas Gerais, mas a pedido da Polícia Civil do Rio de Janeiro. A secretaria de Estado de Defesa Social de Minas Gerais informou que o atleta deixou a penitenciária de Segurança Máxima Nelson Hungria, em Contagem, na Grande Belo Horizonte, por volta de 14h, e retornou ao presídio cerca de duas horas depois. O depoimento aconteceu no 5º distrito de polícia, na mesma cidade em que está detido.

Leia a cobertura completa sobre o caso do goleiro Bruno

AE
Bruno e Macarrão, após depoimento em Minas Gerais
Não foram fornecidos pela secretaria detalhes do depoimento de Bruno nem o motivo. Bruno foi condenado a quatro anos e seis meses no Rio de Janeiro em processo de agressão contra sua ex-amante Eliza Samudio, com quem teve um filho, Bruninho. A agressão foi denunciada por Eliza quando ela estava grávida de Bruninho e foi divulgada pela imprensa na época, em outubro de 2009.

A condenação de Bruno foi anunciada pelo juiz Marco José Mattos Couto, da 1ª Vara Criminal de Jacarepaguá, em dezembro do ano passado. Os advogados de defesa de Bruno recorrem da sentença. Luiz Henrique Romão, conhecido como Macarrão, braço direito do ex-goleiro, também foi condenado, mas sua pena é de três anos.

Em Minas Gerais, Bruno aguarda na prisão julgamento referente ao desaparecimento de Eliza. A acusação argumenta que o ex-goleiro participou da execução dela no ano passado, também com a ajuda de Macarrão, que está preso no mesmo local de Bruno, mas em cela diferente.

    Leia tudo sobre: Goleiro BrunoEliza Samudio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG