Bombeiros quebram chão de canil da casa de Bola

Cheiro forte, possivelmente de sangue, teria sido identificado por cães farejadores

Alessandra Mendes, especial para o iG |

AE
Técnicos utilizam um GPR, equipamento que realiza um raio-x do terreno
Dois cães farejadores do Corpo de Bombeiros de Vespasiano, Região Metropolitana de Belo Horizonte (MG), identificaram um cheiro forte, possivelmente de sangue, embaixo das lajotas que ficam no canil da casa onde o ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, criava seus cachorros.

A informação foi passada pelos bombeiros que estão neste momento quebrando as pequenas lajes que recobrem o chão do canil com uma britadeira.

Desde a manhã desta quarta-feira (14), policiais e bombeiros estão na casa de Bola, onde retomaram as buscas pelo corpo de Eliza. O canil foi apontado pelo menor J., primo do goleiro Bruno, como sendo o local onde o ex-policial teria dado partes do corpo de Eliza Samudio para os cães que criava.

Na operação, os policiais encontraram uma parede falsa na casa de Bola. Os agentes derrubaram a parede, mas ainda não há informações sobre o que havia atrás.

Técnicos do Departamento de Geologia da Universidade Federal de Minas Gerais estão na casa com um equipamento chamado GPR. Ele faz um raio X do terreno para ver onde existam locais ocos ou com terra fofa. O menor J., de 17 anos, disse em depoimento que ouviu Luiz Henrique Romão, o Macarrão, dizer que Bola havia concretado os restos mortais de Eliza.

O jovem foi ouvido na tarde de terça-feira pelo promotor Leonardo Barreto Moreira Alves após ter sido transferido do Rio de Janeiro para a capital mineira, onde ficará por 45 dias no Centro de Internação Provisória (CEIP). De acordo com o promotor, o menor ficará à disposição da Justiça até a conclusão de um procedimento aberto no Juizado da Infância e Juventude que correrá paralelamente ao inquérito instaurado pela Delegacia de Homicídios de Contagem (MG).

Eliza Samudio, de 25 anos, desaparecida desde o início de junho, tentava provar na Justiça que o goleiro Bruno é o pai do filho dela, de cinco meses.

AE
Policiais fazem busca na casa de Bola, à procura do corpo de Eliza Samudio

    Leia tudo sobre: eliza samudiobuscascães

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG