Amigo de Bruno também muda versão e diz que conhecia Eliza

Wemerson de Souza disse que conheceu a ex-amante do goleiro em um bar após jogo de futebol

Camila Dias, especial para o iG |

O réu Wemerson Marques de Souza, segundo a depor nesta terça-feira no Fórum de Contagem (MG) sobre o caso de desaparecimento de Eliza Samudio, ex-amante do goleiro Bruno Fernandes, também mudou a versão dita anteriormente à Polícia Civil e afirmou que já havia visto Eliza.

“Eu falei que não conhecia Eliza porque estava muito assustado com o que a polícia estava falando. Eles disseram que eu tinha matado uma mulher e iria fazer a mesma coisa com a criança”, explicou. Segundo ele, a ex-amante do goleiro estava na arquibancada durante o jogo do time 100% (equipe amadora de futebol de Bruno), no dia 06 de junho. “Naquele dia Bruno me apresentou o filho dele, mas eu conheci Eliza no bar, após o jogo”, afirmou.

Antes de Marques de Souza, Flávio Caetano mudou a versão dita à polícia e afirmou que também conhecia Eliza.

O depoimento de Sérgio Sales que estava previsto para esta terça-feira foi adiado para quarta-feira porque o interrogatório de Wemerson Marques terminou em torno das 18h30.

    Leia tudo sobre: caso bruno

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG