Amante de Bruno diz que não sabia que Macarrão iria para hotel

Fernanda explica em entrevista para a TV Globo que se surpreendeu ao encontrar Macarrão em hotel a caminho de Minas Gerais

iG Rio de Janeiro |

AE
Fernanda Gomes Castro, deixa o Departamento de Investigações em Belo Horizonte (MG) onde prestou depoimento

A amante do goleiro Bruno Fernanda Gomes afirmou nesta quinta-feira no programa de Ana Maria Braga, da TV Globo , que entrou em um motel de Contagem (MG) sozinha com o atleta.

Mais tarde, em entrevista ao Jornal Hoje da mesma emissora, concedeu mais detalhes que coincidiram com a versão contada à  Polícia Civil de Belo Horizonte e esclareceram a versão contada pelo advogado Ércio Quaresma à imprensa , na saída do Departamento de Investigações, em Contagem.

Quaresma disse que Fernanda estava sozinha no carro com o goleiro, que dirigia acompanhando o veículo que Luiz Henrique Romão, o Macarrão, conduzia e levava, além do menor, primo de Bruno, Eliza e o filho dela - e supostamente de Bruno. No caminho do sítio de Bruno, em Esmeraldas, Minas Gerais, todos pararam em um hotel.

No entanto, ao Jornal Hoje, Fernanda disse que só soube que Macarrão estava no motel quando ele bateu no quarto onde ela estava com Bruno e diz não ter visto Eliza no local.

Com base em depoimento de testemunhas, as autoridades informaram que o grupo estava dividido em dois carros e teria alugado dois quartos. Funcionários do motel disseram que durante o tempo em que estiveram no lugar os ocupantes trocaram constantemente de quarto, e que durante a limpeza foi encontrada uma fralda.

Fernanda explicou que Bruno a havia levado para conhecer o lugar onde viveu na Região Metropolitana de Belo horizonte e que depois eles seguiram para o motel. Ela confirmou a versão da polícia de que a conta, de R$ 431,90, foi paga com o cartão de débito do jogador. A delegada Alessandra Wilke afirmou que o documento foi anexado ao inquérito policial que investiga o desaparecimento e assassinato de Eliza Samudio.

Segundo Wilke, Bruno ficou em uma suíte de luxo com Fernanda, enquanto Eliza, Macarrão, o adolescente e o bebê se alojaram em um quarto ao lado. Ainda de acordo com a delegada, em determinado momento Fernanda teria ficado sozinha com a criança. O grupo teria deixado o local às 13h19 do dia 6 de junho. Pelos registros da portaria do condomínio de Esmeraldas, o grupo chegou ao sítio do goleiro às 14h.

Contato com bebê foi na casa de Bruno

Fernanda também falou à Ana Maria Braga sobre a ocasião em que cuidou do filho de Eliza Samudio. Ela disse que Macarrão teria ligado para ela aparentando estar nervoso e pedido que ela fosse até a casa de Bruno no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste do Rio de Janeiro. Lá, Macarrão mostrou o bebê e disse que era de uma amiga que havia se machucado em uma tentativa de assalto e ido até um hospital. Fernanda afirmou que as coisas da criança estavam todas em uma bolsa, mas que havia fervido um leite para dar ao bebê. Segundo a amante de Bruno, ela teria dormido na casa do goleiro. O atleta tinha treinado naquele dia e seguido direto para a concentração junto com o restante do time do Flamengo. Fernanda garantiu que o adolescente primo do goleiro também estava na residência e que não havia mais ninguém ali.

"Tinha uns parentes do Bruno, inclusive a mãe, que vieram passar um período de descando no Rio de Janeiro. Um dia antes deles irem, Bruno me pediu para dormir na casa dele para me despedir dela na sexta-feira. Pela manhã eu me despedi dela e voltei para minha casa porque não tinha mais o que fazer lá. Mais tarde, Macarrão me passou um rádio, eu não me lembro se foi rádio ou foi um telefonema, ele parecia muito nervoso e me pediu para que eu voltasse lá. Quando eu cheguei encontrei o bebê”, disse Fernanda à apresentadora Ana Maria Braga.

A amante do goleiro negou que tenha conhecido Eliza e disse que no dia seguinte perguntou a Macarrão onde estava a mãe do bebê. Macarrão teria respondido que a mulher estava melhor, mas que tinha ido à delegacia para prestar depoimento sobre o assalto. “Por volta de meio-dia fui para minha casa para arrumar minhas bolsas para viajar com o Bruno e quando voltei por volta de 17 horas perguntei pela criança. Ele me disse que a mãe já tinha ido buscar o bebê e que estava tudo bem. Nunca me encontrei com Eliza", completou.

Fernanda Gomes pediu que as pessoas não julgem Bruno precipitadamente e afirmou que planejava se casar com o goleiro. "Esta notícia é verdadeira. Eu me casaria com ele (Bruno). Ele é um menino de 1,91m e é uma criança grande que tem medo de escuro. Ele está sofrendo muito. Eu queria que as pessoas parassem de julgar. Deixem a Justiça agir".

    Leia tudo sobre: Eliza samudiodesaparecimentogoleiro bruno

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG