Menor teve a companhia da mãe durante o evento no Centro de Internação Provisória Dom Bosco

O adolescente de 17 anos suspeito de envolvimento no desaparecimento e suposto assassinato de Eliza Samudio participou na sexta-feira de uma festa junina com outros internos no Centro de Internação Provisória Dom Bosco (CEIP), na região leste de Belo Horizonte. De acordo com a Secretaria de Estado de Defesa Social, a mãe dele estava presente no evento.

O menor é primo do goleiro Bruno Fernandes. Ele estava no Rio de Janeiro e chegou à capital mineira na última terça-feira. O jovem seguiu para Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, onde prestou depoimentos na Vara da Infância e Juventude. Após ser ouvido pelo juiz Elias Abidul, o adolescente foi levado para o CEIP Dom Bosco.

Na quarta-feira, a delegada Ana Maria dos Santos, da Divisão de Crimes Contra a Vida, de Contagem, colheu depoimentos do jovem, no próprio CEIP. Os trabalhos duraram aproximadamente oito horas. Diante do cansaço e desgaste do rapaz, a Polícia Civil interrompeu a oitiva e voltou para terminar no dia seguinte. Porém, orientado por seu advogado, Eliezer Jonatas de Almeida Lima, o jovem ficou calado. A delegada interrogou o rapaz por duas horas e meia, mas ele não disse mais nada.

Na sexta-feira, em entrevista coletiva, Ana Maria dos Santos detalhou partes do depoimento do garoto. “Ele está perturbado mentalmente. A imagem de Eliza vem à cabeça do menor como se fosse um filme de terror. O menino descreve que viu o ex-policial civil Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, enforcar a mulher com uma ‘chave de braço’. Eliza estava babando, tremendo, arregalando os olhos como se sangrasse. Depois, o policial voltou com um saco preto, aparentemente pesado, tirou uma mão e arremessou aos cães”, relatou a delegada.

A polícia aguarda autorização judicial para uma acareação entre o menor e o outro primo do goleiro, Sérgio Rosa Sales, que está preso no Ceresp São Cristóvão desde o dia 7 de julho. Na tarde de sexta-feira, a justiça negou o pedido de relaxamento de prisão deste, impetrado pelo advogado Marco Antônio Siqueira na última segunda feira.

*reportagem de Camila Dias, especial para o iG

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.