Acusados do Caso Bruno depõem na próxima semana

Interrogatório dos réus no julgamento do desaparecimento e morte de Eliza Samudio será nos dias 08, 09 e 10 de novembro

Camila Dias, especial para o iG |

Os advogados de Dayanne do Carmo Rodrigues garantem que a acusada de participar do desaparecimento e morte de Elisa Samudio vai contar tudo o que sabe no dia do seu interrogatório, que está previsto para semana que vem, em Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Na próxima sexta-feira duas pessoas prestarão depoimentos no fórum de Contagem. Uma testemunha arrolada pela juíza e outra pela defesa. O policial civil Marcelo da Mata deve prestar depoimentos porque durante a audiência acontecida em 15 de outubro, uma das testemunhas declarou que apenas o investigador da Mata poderia dar detalhes do sequestro de Bruno Samudio, filho da modelo. Então, o policial configurará como testemunha do Juízo. O delegado Vagner Pinto, que trabalhou nas investigações, também será ouvido.

Hoje aconteceu a audiência de instrução por carta precatória no fórum de Ribeirão das Neves. Dezesseis testemunhas seriam ouvidas, mas uma não foi encontrada para receber a intimação e outras cinco foram dispensadas. Dez pessoas prestaram declarações. A maioria das testemunhas, arroladas pelos advogados de Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão e de outros dois acusados, integrantes do time 100%, dirigido por Bruno e Macarrão.

A audiência terminou por volta de 17h e foi marcada pela emoção do goleiro Bruno Fernandes e da ex-mulher dele, Dayanne do Carmo Rodrigues. As filhas do casal estiveram no fórum e seguraram faixas de homenagem ao pai no momento em que os acusados chegaram para acompanhar a audiência. Pela manhã, as duas ficaram cerca de 20 minutos conversando com o goleiro e com Dayanne. Durante a tarde, Bruno e Dayanne choravam toda vez que as crianças se dirigiam rumo aos pais, mas eram impedidas por outros familiares. Fernanda Gomes de Castro, ex-amante do goleiro, também se emocionou com a cena e teve que ser atendida pela enfermeira que estava de plantão no Fórum.

O interrogatório dos réus será nos dias 08, 09 e 10 de novembro, em Contagem e os trabalhos serão presididos pela Juíza Marixa Rodrigues, que retorna das férias.

    Leia tudo sobre: caso brunoeliza samudio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG