'O vilão está querendo virar mocinho', diz Bruno após interrogatório de Macarrão

Ingrid Calheiros, noiva de Bruno Fernandes, disse ao O DIA que jogador ficou triste com depoimento de ex-amigo e agora irá concentrar forças para provar inocência no caso Eliza

iG São Paulo |

Vagner Antônio/TJMG
Bruno recebe um beijo da noiva, Ingrid Oliveira, após o fim do 2º dia do julgamento do caso Eliza Samudio

Horas depois do interrogatório Luiz Henrique Ferreira Romão , o Macarrão, o ex-goleiro Bruno Fernandes não teria escondido seu descontentamento. Seu defensor Lúcio Adolfo chegou a dizer que o jogador “estava chateado” na penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte.

Em entrevista ao O DIA , Ingrid Calheiros , dentista e atual noiva do jogador, confirmou a tristeza do jogador e disse que ele chegou a desabafar com ela sobre os últimos acontecimentos. “Estou muito chateado. O vilão quer virar mocinho? Agora, mais do que nunca, quero provar minha inocência”, teria afirmado Bruno, segundo a dentista.

Saiba tudo sobre o julgamento
1º dia: Desgastante, primeiro dia de julgamento do caso Bruno é pouco produtivo
2º dia: Decisão de Bruno e denúncia de promotor surpreendem no 2º dia de julgamento
3º dia: Depoimento de Macarrão encerra o dia mais longo do julgamento
4º dia: Fernanda assume ter mentido ao depor e diz que não via Eliza como rival
Sentença: Macarrão pega 15 anos de prisão por morte de Eliza. Fernanda responde livre

O depoimento realizado na noite do terceiro dia do julgamento, Macarrão relatou a sua participação no desaparecimento de Eliza Samudio, dizendo que pressentia que "levava Eliza para morrer". Ele contou, ainda, que Bruno pediu que ele a entregasse para “outras pessoas”.

Leia mais: 'Estava pressentindo que levava Eliza para morrer', afirma Macarrão

Ingrid disse ainda ao jornal que, apesar da tristeza após as declarações do ex-braço-direito, Bruno mostrou-se tranquilo. E que irá concentrar suas forças para provar que não tem envolvimento com o desaparecimento e morte de Eliza e seus planos para o futuro. “Ele quer viver para criar os três filhos e os que estão por vir”.

Sobre o boato do suposto suicídio do jogador , Bruno disse à Ingrid que ficou surpreso e “levou um susto”. Ele relatou à noiva que estava jogando bola, durante o banho de sol, quando os agentes penitenciários “entraram correndo e suspenderam as atividades”.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG