Judiciário está sem dinheiro, diz advogado multado

Juíza Marixa Rodrigues multou os três advogados de Bola por abandonarem o plenário do júri no primeiro dia de sessão no Fórum de Contagem, em Minas Gerais

Ricardo Galhardo - enviado a Contagem (MG) |

Alex de Jesus/O Tempo/Futura Press
Advogado Zanone Manuel de Oliveira

“Quando o Judiciário precisa capitalizar aplica essas multas”. Foi assim que Zanone Manuel de Oliveira, um dos três advogados multados em R$ 18.660 mil pela juíza Marixa Rodrigues reagiu à punição.

“Não sei se pago logo essa multa para ajudar o Judiciário”, ironizou o advogado por telefone, de São Paulo, onde participaria de um programa de TV matutino.

Saiba tudo sobre o julgamento do caso Bruno

Zanone e outros dois advogados de defesa do ex-policial Marcos Aparecido de Sousa, o Bola, acusado de ser o executor da morte de Eliza Samudio, foram multados por abandonar o plenário do júri ontem, no primeiro dia do julgamento.

Com a manobra, eles conseguiram o desmembramento do caso de Bola, que agora será julgado separadamente, longe da pressão da mídia e da opinião pública, cujo principal alvo é o goleiro Bruno Fernandes.

    Leia tudo sobre: goleiro bruno

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG