"É uma acusação vil", diz advogado de Macarrão

Leonardo Diniz critica declaração de advogado de Bruno sobre um suposto relacionamento homossexual entre os dois

Ricardo Galhardo - iG São Paulo | - Atualizada às

AE/Arquivo
Macarrão, em dezembro de 2011

O advogado Leonardo Diniz, que representa Luiz Henrique Romão, o Macarrão, acusado de participar do assassinato de Eliza Samudio, classificou como vil as declaração do também advogado Rui Pimenta sobre um suposto relacionamento homossexual entre seu cliente e o goleiro Bruno.

Leia também: Bruno e Macarrão tinham um caso, diz defesa de goleiro

“É uma acusação vil, desprovida de qualquer embasamento fático e está baseada somente nas declarações do defensor do Bruno”, disse Diniz ao iG.

No domingo, Pimenta, que defende Bruno, deu entrevista ao jornal "O Estado de S. Paulo" afirmando que o goleiro e Macarrão teriam uma relação homossexual.

A declaração foi uma resposta à reportagem da revista “Veja” deste final de semana que revela uma carta na qual Bruno teria pedido a Macarrão que assumisse a culpa pelo assassinato de Eliza. Seria o “plano B” da defesa do goleiro. Segundo Pimenta, se a carta for autêntica, o verdadeiro objetivo de Bruno seria colocar fim no relacionamento homossexual com Macarrão.

“Isso é uma estratégia de defesa que vem a denegrir ainda mais a imagem do Luiz Henrique (Macarrão). A relação entre os dois era estritamente profissional”, disse Diniz.

    Leia tudo sobre: macarrãogoleiro brunobruno

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG