Bruno tentou suicídio e depois fez pacto com Deus, diz noiva

Em entrevista exclusiva para o jornal "Mais", Ingrid Calheiros falou sobre a relação com o ex-goleiro

iG Minas Gerais |

A dentista Ingrid Calheiros é uma das poucas pessoas que tem contato frequente com o ex-goleiro Bruno Fernandes de Souza, que está preso acusado de matar sua ex-amante Eliza Samúdio . Pela primeira vez, a noiva do atleta decidiu falar a um veículo de imprensa, o jornal "Mais". Na entrevista, a jovem de 26 anos conta que Bruno teria tentado se matar duas vezes e que seu sonho é voltar a comer coxinha e Coca-Cola gelada, uma vez que estes dois produtos são proibidos na prisão.

Saiba mais sobre o caso do goleiro Bruno

Durante audiência na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, no ano passado, Bruno chegou a dizer que estava num momento especial justamente porque tinha oportunidade de beber água gelada. “Tenho saudade”, disse na época. Nesta audiência, ele alegou inocência e trocou carinhos com a noiva .

AE
Bruno e a namorada Ingrid durante a audiência na assembleia legislativa
“Ele passou 40 dias sem ver ninguém. Resolvi ir lá. Eu precisava vê-lo, pois se acontecesse alguma coisa eu não iria me perdoar. O Vitinho (amigo) colocou ele de costas e falou que eu não quis visitá-lo. O Bruno começou a chorar, eu cheguei e tapei o olho dele. Foi uma choradeira danada. Eu fui querendo uma explicação e acabei não querendo mais nenhuma. Não era justo com ele naquela situação. Só chorávamos. Foi aí que ele me falou que tentou se matar duas vezes. Na primeira, tentou cortar os pulsos, tem até a marca. Na outra, fez uma teresa (corda feita com panos), pulou, mas ela arrebentou”, explicou a dentista.

Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, amigo do goleiro Bruno, já havia falado a Justiça do Rio de Janeiro que o goleiro havia tentado de matar na prisão. Em audiência em setembro de 2010, ele afirmou que "Bruno tentou se matar várias vezes”. Na época, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) do Rio de Janeiro afirmou que Bruno jamais tentou suicídio enquanto esteve sob custódia do Estado.

Filho de Elisa e Bruno: 'Bruninho é revoltado com a vida', diz advogado da mãe de Eliza

Noiva do ex-goleiro, a dentista admitiu que Bruno era mulherengo e que muitas de suas relações com outras mulheres foram ao seu conhecimento pela imprensa. Mesmo sabendo da agitada vida amorosa do namorado, Ingrid resolveu manter o relacionamento com Bruno. Atualmente, o ex-goleiro está separado da ex-mulher, Dayanne e de outra namorada, Fernanda .

Ingrid também contou que passou por turbulência em sua família ao assumir e manter o romance com Bruno após a prisão dele. Ele chegou a sair de casa por um tempo e depois retornou. Hoje, mantém boa relação com os pais, no Rio de Janeiro, onde mora.

A dentista afirmou ainda que Bruno leva dezenas de detentos para participar de um culto, ou seja, o ex-goleiro se apegou à fé para viver atrás das grades. “Ele nunca soube como orar, então eu passei a mandar algumas orações nas cartas que eu envio para ele. Peço também para ele escrever para mim. Às quartas, é o único dia que tem culto lá na igrejinha. Então, ele fez um pacto com Deus, que sempre que tiver culto no horário do futebol, ele vai para o culto. Com isso, ele está levando todo mundo para a igreja, não tem mais o futebol. Ele está carregando o pavilhão inteiro para a igreja. É sempre assim, a gente só procura Deus na dor. No amor, não lembramos dele”.

    Leia tudo sobre: goleiro brunoIngrid Calheiroselisa samudio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG