Goiás é o sexto do país em gasto por eleitor

Custo por eleitor no Estado chegou a R$ 38,65, considerando o gasto global dos candidatos para todos os cargos

Rodrigo Viana, iG Goiânia |

Os 658 candidatos à Assembleia, Câmara Federal, Senado e Governo de Goiás gastaram R$ 38,65 para cada um dos 4 milhões de eleitores goianos.

O resultado é o sexto maior do país, acima da média nacional de R$ 20,41.

Os candidatos a deputado federal em Goiás gastaram R$ 13,59 para os 4 milhões de eleitores este ano. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, a média só é menor que a calculada em Roraima e no Tocantins.

Ao todo, foram gastos R$ 55,17 milhões gastos por 113 candidatos.

Cada um teve, em média, R$ 488 mil de despesa, a maior proporção em todo o país.

Para a Câmara Federal, quem desembolsou mais na campanha foi Sandro Mabel (PR). O gasto de R$ 4.864.958,06 é o segundo maior do país. Com 148.687 votos, o custo foi de R$ 32,71.

Mesmo com o maior gasto de campanha para deputado federal registrado em Goiás, Mabel ainda ficou em quinto lugar entre os mais votados.

Para se ter uma noção a deputada federal Iris de Araújo (PMDB) teve a maior votação (185.934 votos) e gastou R$ 2.356.440,90. Ou seja, R$ 12,67 por voto. Ainda acima da média nacional.

Nas contas para deputado estadual, Goiás também apresenta altos índices.

A despesa por eleitor foi de R$ 18,69, a segunda maior, ultrapassada por Roraima.

Os 534 candidatos gastaram um total de R$ 75,9 milhões, uma média de R$ 142 mil para cada.

Já com o resultado final do segundo turno, o governador Marconi Perillo (PSDB) declarou despesa de R$ 29.347.821,82 para ser eleito. No cálculo por eleitor, o custo foi de R$ 18,92. Esse número está acima da média nacional.

Ainda assim, o comitê de campanha de Marconi conseguiu arrecadar mais do que gastou. Foram R$ 29.483.043,88 arrecadados. Um saldo positivo de R$ 135.222,06.

Iris Rezende (PMDB) que disputou o segundo turno com o tucano ainda não entregou os dados finais para o Tribunal Regional Eleitoral.

Os dados dos números de votos de cada candidato e as despesas de campanha estão disponíveis no site do Tribunal Superior Eleitoral.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG