França confirma que "etarra" detido é um dos líderes do grupo

Paris, 20 mai (EFE).- Um dos supostos membros da ETA detidos nesta quinta-feira, em Bayonne, na França, foi identificado como Mikel Carrera Sarobe, conhecido como "Ata", considerado o chefe do aparato militar do grupo armado, confirmaram à agência Efe fontes da investigação.

EFE |

Paris, 20 mai (EFE).- Um dos supostos membros da ETA detidos nesta quinta-feira, em Bayonne, na França, foi identificado como Mikel Carrera Sarobe, conhecido como "Ata", considerado o chefe do aparato militar do grupo armado, confirmaram à agência Efe fontes da investigação. As forças de segurança francesas acreditam que os outros dois detidos são Arkaitz Agirregabiria e Maite Aranalde, mas ainda é preciso coletar alguns dados para confirmar as identidades de ambos. Segundo as fontes, Agirregabiria estava sendo procurado como um dos terroristas que participaram de um tiroteio que terminou com a morte da última vítima da ETA, um policial francês que trabalhava nos arredores de Paris em março. Os três supostos "etarras" permanecem na casa na qual foram detidos na última madrugada, onde agentes franceses seguem trabalhando. No momento da detenção, "cada um deles estava com uma arma", segundo as fontes, que informaram ainda que, pela mesma operação, foi realizada uma quarta detenção, em uma localidade próxima a Bayonne, de um cidadão francês que supostamente seria colaborador da organização terrorista. Mikel Kabikoitz Carrera Sarobe, suposto chefe dos comandos da ETA, é considerado pelos especialistas espanhóis da luta antiterrorista um dos cabeças da organização, muito ligado a Garikoitz Aspiazu "Txeroki" até sua detenção em novembro de 2008. EFE pi/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG