MinC aproveita Flip para investir na tradução de obras nacionais

Governo colocará R$ 12 milhões na iniciativa, durante os próximos dez anos

EFE |

O Ministério da Cultura anunciou nesta quarta-feira que investirá R$ 12 milhões nos próximos dez anos para incentivar a tradução de publicações nacionais a outros idiomas.

O Programa de Bolsas de Tradução e Publicação de Reedições foi apresentado pela ministra Ana de Hollanda, durante a abertura da Flip (Festa Literária Internacional de Paraty). A iniciativa, da qual também participa a Fundação Biblioteca Nacional (FBN), destinará inicialmente R$ 3 milhões para a tradução de 250 obras visando a Feira do Livro de Frankfurt de 2013, que nesse ano homenageará a literatura brasileira.

"O Brasil vive um momento muito especial, com a presença e a imagem altamente positivas no exterior e queremos aproveitar esse momento (...) para que o mercado brasileiro possa ampliar sua presença no exterior", disse o presidente da FBN, Galeno Amorim.

A nona edição da Flip, que acontece até domingo (6 de julho), é dedicada a Oswald de Andrade, homenageado nesta quarta-feira na conferência inaugural ministrada pelo professor de literatura e compositor José Miguel Wisnik e pelo crítico e ensaísta Antonio Cândido.

"Sou 30 anos mais jovem que Oswald, mas acho que é uma espécie de obrigação contar como minha geração via aquela personalidade vulcânica que o caracterizava", disse Cândido a jornalistas. Até o próximo domingo, os amantes da literatura desfrutarão discussões literárias com 30 autores brasileiros e internacionais nas tendas armadas às margens da baía de Paraty, no litoral sul do Rio de Janeiro.

    Leia tudo sobre: Fliplivroliteratura

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG