Editor Inglês quer inserir Brasil na literatura mundial

Com a revista "Granta", John Freeman lança seleção para jovens talentos brasileiros

Valmir Moratelli, enviado especial a Paraty |

John Freeman, jornalista, crítico e editor da "Granta", uma das revistas literárias mais conceituadas no mundo, está na Flip para anunciar um projeto que promete animar os escritores brasileiros. Na tarde desta quinta (dia 7), ele comunicou oficialmente a criação de uma "Granta" apenas com textos de jovens talentos brasileiros, em parceria com a editora Objetiva.

Beto Lima
O inglês John Freeman, durante entrevista na Flip

"Entre os pré-requisitos, está que os inscritos tenham até 39 anos e que já tenham publicado ao menos um livro ou texto. Dessa forma não estaremos lançando nomes, mas dando visibilidade a talentos que já estão tentando espaço no mercado nacional e internacional", contou. Aos que se interessarem, as inscrições começam no dia 10 deste mês. Os textos, claro, precisam ser inéditos e serão analisados por uma banca julgadora formada por sete pessoas – seis brasileiros e um inglês.

"Quero estabelecer uma boa relação com esses jovens autores que não são tão conhecidos. A língua portuguesa ainda não conquistou o seu devido espaço no mundo."

Livro único

Na mesa na qual vai participar nesta edição da Flip, no sábado, Freeman falará de seu único livro, "The Tyranny of E-Mail" (2009), no qual aborda o quanto o e-mail mudou a vida das pessoas e as consequências que isso tem causado na comunicação.

Lança na Flip também a edição da "Granta" em língua portuguesa no qual dá espaço a novos escritores de língua espanhola como Andrés Neuman e Pola Oloixarac, também presentes nesta edição da Flip.

    Leia tudo sobre: Fliplivroliteratura

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG