David Byrne prega o uso de bicicleta nas grandes cidades

Ex-músico do do Talking Heads está na Flip para falar de suas experiências sobre duas rodas pelo mundo

Valmir Moratelli, enviado especial a Paraty |

Beto Lima
David Byrne

O músico David Byrne, fundador da banda americana Talking Heads, traz à Flip uma temática mais prática, cotidiana, à vida das pessoas. Autor do livro "Diários de Bicicleta", Byrne fala sobre a utilização de meios alternativos ao carro para se viver em grandes cidades. Desde o início da década de oitava, ele utiliza a bicicleta como principal locomoção em Nova York, onde vive. Sua obra trata das experiências como ciclista em diferentes partes do mundo.

Beto Lima
Byrne: só de bike
"Os dinamarqueses resistiram bastante em abrir mão de seus carros usar bicicletas. Os novaiorquinos e até os brasileiros não pensariam diferente, é normal que resistam neste momento", afirma ele, que considera Amsterdã, Copenhague e Berlim as cidades mais preparadas para os ciclistas. Em sua opinião, há casos em que o mais legal é se pedalar por cidades que não apresentam bons caminhos para este tipo de transporte. "Descobri que Roma, onde o trânsito é caótico, é uma cidade excelente para isso", cita. Sobre a pior cidade aos que se mantêm sobre duas rodas, Byrne classifica Hong Kong. "É uma cidade de bancos. Só vamos mudar o perfil de lá, quando conseguirmos colocar os banqueiros em cima de bicicletas", brinca.

Escravo de taxis

O aspecto ambiental do uso constante desse tipo de transporte não foi o primeiro fator para sua decisão de adotá-lo como primordial em sua vida. "Passei a pedalar nas cidades onde ia fazendo turnê, porque não queria ficar escravo de taxis e pontos de ônibus, queria liberdade. Além disso, é uma forma de entender o lugar onde estou", diz.

Perguntando se trouxe à Paraty sua inseparável bicicleta - ele tem um modelo dobrável, para carregar em viagens, o músico diz que não foi preciso porque ficou sabendo que a cidade tem sistema de empréstimo desse meio.

Byrne foi o responsável por distribuir internacionalmente trabalhos de brasileiros como Tom Zé e Os Mutantes.

    Leia tudo sobre: flipdavid byrne

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG