'O que ele fez rendeu uma ou outra notícia, no dia seguinte ninguém mais fala no assunto', disse Enrique Krauze

Enrique Krauze, autor de "Ideias e poder na América Latina", critica o cancelamento da participação do escritor italiano Antonio Tabucchi à nona edição da Flip .

Para ele, Tabucchi perdeu a oportunidade de abrir o debate sobre a decisão da justiça brasileira em relação ao caso Cesare Battisti, que teve seu pedido de extradição pelo governo italiano negado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Tabucchi se negou a participar do evento em represália à decisão brasileira.

"O que ele fez rendeu uma ou outra notícia no jornal, e no dia seguinte ninguém mais fala no assunto. Se ele tivesse vindo, teria ampliado o assunto, confontrando opiniões. Sou totalmente a favor de se usar uma festa literária como sta, tão bela, para ampliar discussões com inteligência", disse o escritor mexicano.

Perguntada sobre o assunto, a argentina Pola Oloixarac brincou afirmando que também pensou em boicotar a Flip. Mas por outro motivo.

"Quase boicotei a Flip em protesto pelas fumaças do vulcão chileno. Mas consegui chegar a tempo", disse se referindo às cinzas do vulcão Puyehue, que atrasou voos vindos de países vizinhos.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.