`Rio Sonata¿ presta justa homenagem a Nana Caymmi

Cantora compareceu à sessão ao lado do irmão Danilo Caymmi e de Gilberto Gil

Mariane Morisawa, especial para o iG |

Dona de voz rara, Nana Caymmi é o tema do documentário ‘Rio Sonata’, apresentado pelo suiço Georges Gachot dentro da mostra O Brasil do Outro do Festival do Rio, no início da noite desta segunda-feira (27). A cantora compareceu ao lado do irmão Danilo Caymmi e foi prestigiada por Gilberto Gil, seu ex-parceiro e ex-marido.

O documentário é competente ao evidenciar o talento de Nana e sua importância para a música brasileira – ela tende a aparecer mais discretamente que outros grandes nomes quando se conta a história da MPB. E também destaca sua personalidade forte e marcante, com bons trechos de entrevistas.

Gachot usa imagens interessantes para ilustrar as canções interpretadas por ela, que tendem mais à tristeza, exibindo um Rio de Janeiro nublado e sombrio, bem diferente das imagens de cartão postal. Mas repete-se um pouco em alguns temas e excede-se na utilização de alguns depoimentos que pouco acrescentam. No todo, acaba sendo homenagem justa à grande cantora que Nana Caymmi é.

A exibição, num cine Odeon com apenas metade da capacidade, foi bastante aplaudida ao final e Nana e Danilo divertiram-se um bocado. As próximas sessões são na quinta (30) e no sábado (2).


    Leia tudo sobre: festival do riorio sonatanana caymmi

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG