Reta final ainda tem muitas opções

Alguns dos destaques do festival, como "Carlos", "Cópia Fiel" e "Carancho", passam na quarta e na quinta

Mariane Morisawa, especial para o iG |

A reta final do Festival do Rio tem várias atrações para os cinéfilos de todos os tipos. Nesta quarta-feira (6), os mais pop podem optar por "Scott Pilgrim Contra o Mundo", de Edgar Wright, em que o adorável Michael Cera (Juno) interpreta um baixista de banda de garagem que se apaixona por Ramona Flowers. Só que os ex-namorados da moça controlam sua vida amorosa, e Scott Pilgrim vai ter de combatê-los.

Quem tiver paciência pode apostar em "Carlos", minissérie de Olivier Assayas com qualidade de cinema. É simplesmente um dos melhores filmes do ano, mas usa cinco horas e meia para contar a história do polêmico terrorista conhecido como Carlos, o Chacal. Mais controverso ainda é "The Killer Inside Me", de Michael Winterbottom. No filme, Casey Affleck é um xerife aparentemente calmo, que esconde uma personalidade instável. Há cenas de violência contra mulheres que causaram bastante polêmica. Aparentemente mais suave é "Poesia", de Lee Chang-dong, sobre uma avó que descobre o prazer da poesia enquanto precisa cuidar do neto adolescente. Em "Um Quarto em Roma", de Julio Medem, duas garotas se conhecem na capital italiana e passam 12 horas juntas num hotel, mas depois precisam se separar. E há novas sessões do delicioso "Dois Irmãos", do argentino Daniel Burman, sobre irmãos com uma estranha relação de dependência.

Na quinta (7), ainda dá para pegar exibições de "Você Vai Conhecer o Homem dos Seus Sonhos". Não é um grande Woody Allen, mas diverte, como sempre. O bonito "Lope", o épico de Andrucha Waddington sobre o dramaturgo e poeta espanhol Lope de Vega, também pode ser assistido. Os fãs de Abbas Kiarostami vão se deliciar com o enigmático "Cópia Fiel", com Juliette Binoche e William Shimell. O poderoso "Carancho", de Pablo Trapero, também ganha novas sessões. É possível ainda ver "A Primeira Coisa Bela", de Paolo Virzi, candidato da Itália a uma vaga entre os indicados ao Oscar de produção estrangeira, e Ilegal, de Olivier Masset-Depasse, apontado pela Bélgica para disputar um lugar entre os cinco concorrentes da categoria.

    Leia tudo sobre: festival do rioprogramação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG