¿Como Esquecer¿ falha ao tentar mostrar dor da separação

Filme de Malu de Martino esbarra nas limitações do roteiro, do elenco e da direção e está condenado a ser lembrado pelos motivos errados

Mariane Morisawa, especial para o iG |

“Como Esquecer”, exibido na noite desta quinta-feira (30) para um cine Odeon novamente lotado, é outro filme da competição de ficção da Premiere Brasil do Festival do Rio a tentar contar direito uma boa história sobre relacionamentos. Mas o resultado do longa-metragem de Malu de Martino é mais uma vez falho, mais ainda que dos seus antecessores.

A protagonista Júlia (Ana Paula Arósio) é uma professora universitária tentando sobreviver ao fim do relacionamento intenso com Antônia. Seu melhor amigo, Hugo (Murilo Rosa), também está superando a morte de seu namorado. Junta-se a eles a jovem Lisa (Natália Lage), abandonada pelo seu quando se descobre grávida. Os três vão dividir uma casinha. Em algum momento entra na equação Helena (Arieta Corrêa), a prima de Lisa.

A homossexualidade não chega a ser uma questão do filme, o que é um mérito. Ela já está, não há conflitos em relação a isso. O filme tenta traduzir a dor insuportável da personagem, que chega a se machucar para lidar com a perda, usando algum humor para ganhar leveza, mas esbarra nas limitações do roteiro, do elenco, da direção. A narração contínua da personagem descrevendo sua dor é literária demais e, mesmo tratando-se de uma professora de literatura, soa totalmente forçada.

Os diálogos raramente apresentam espontaneidade. Na construção dos personagens, falta o carisma, qualidade fundamental para que o espectador queira acompanhá-los durante 99 minutos. Não há cenas que fiquem na memória, a não ser pelos motivos errados. É muito triste, mas “Como Esquecer” está condenado a ser lembrado apenas como o longa-metragem em que a estrela Ana Paula Arósio aparece parcialmente nua e faz uma personagem homossexual. O filme será exibido novamente nesta sexta-feira (1) e no sábado (2).

    Leia tudo sobre: festival do riocomo esquecer

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG