Artista sergipano vítima de esquizofrenia viveu durante 50 anos em instituições psiquiátricas

Sergipano de origem simples, Arthur Bispo do Rosário tem sua vida contada no longa-metragem “O Senhor do Labirinto”. Vítima de esquizofrenia viveu em clínicas psiquiátricas entre 1938 e 1989.

Apesar da doença, Bispo produziu trabalhos manuais de bordados e estandartes, que ganharam o Brasil e o mundo depois de sua morte.

Confira o trailer:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.