¿A Suprema Felicidade¿ abre o Festival do Rio nesta quinta-feira

Arnaldo Jabor volta à direção, 26 anos depois de ¿Eu sei que vou te amar¿. Filme tem estreia nacional marcada para 29 de outubro

Valmir Moratelli, iG Rio de Janeiro |

Divulgação
Deise (Maria Flor) e Paulo (Jayme Matarazzo): a descoberta do primeiro amor
Filme “A Suprema Felicidade” será exibido para convidados na noite de quinta-feira (23), no cine Odeon, centro do Rio, abrindo o Festival do Rio.

Sob direção de Arnaldo Jabor, o longa conta a história do jovem Paulo (Jayme Matarazzo), de 8 anos, que assiste à festiva comemoração do fim da Segunda Guerra Mundial ao lado dos pais, Marco (Dan Stulbach), aviador da FAB, e da mãe Sofia (Mariana Lima).

A rua de Paulo, tipicamente carioca, vibra com personagens típicos desses anos 50, como o pipoqueiro Bené (João Miguel), sempre narrando façanhas sexuais, uma turma de vizinhos briguentos, e um triste vendedor de garrafas. Paulinho tem um amigo inseparável, Cabeção, com quem compartilha a rua e o colégio jesuíta, onde padres com sermões virulentos ameaçam com o inferno qualquer pensamento de cunho sexual.

O rol de experiências se amplia com idas ao Mangue, área de prostituição, onde Paulo assiste a uma ‘convenção de prostitutas’. Inquieto, inseguro, intenso, o rapaz questiona tudo – da existência de Deus a tabus sexuais. Nos momentos de crise, pode contar com o avô (Marco Nanini) que acena com possibilidades de entendimento da felicidade - quem sabe um dia.

Filme tem estreia nacional marcada para 29 de outubro.

    Leia tudo sobre: Festival do Riocinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG