Festival do Rio 2012 aprofunda namoro com Hollywood

Evento abre ao público nesta sexta com mais de 400 filmes na programação; veja destaques

iG São Paulo |

Maior evento de cinema do país, o Festival do Rio 2012 dá a largada para a sua extensa programação na noite desta quinta-feira (27), quando a cinebiografia "Gonzaga - De Pai para Filho" será exibida apenas para convidados. Daí para a frente, ao longo de duas semanas, mais de 400 filmes de 60 países vão iluminar as telas da cidade, de produções nacionais inéditas, em competição na Première Brasil, a longas do mundo inteiro, tanto aqueles em pré-estreias quanto outros que dificilmente entrarão em cartaz. Opções não vão faltar.

Siga o iG Cultura no Twitter

Em comparação com a Mostra de São Paulo , a outra grande janela para os cinéfilos brasileiros, o Festival do Rio sempre teve uma relação mais próxima com Hollywood. Além de ter uma conexão formal com a Academia das Artes e Ciências Cinematográficas, que indica profissionais para ministrarem palestras e oficinas ao longo do evento, consegue atrair grande nomes da indústria de lá – neste ano, por exemplo, Clive Owen e Jeremy Irons passarão pela cidade.

Mas é nos filmes que esse namoro com o pop é evidente. O festival se transformou na principal plataforma de lançamento de produções hollywoodianas no país, longas que têm até data para entrar em cartaz, mas que passam antes no Rio. É o caso de "Argo" , com Ben Affleck, um dos melhores cotados para entrar no Oscar 2013 , e "Magic Mike" , em que Channing Tatum lidera um time de strippers que atraiu multidões de mulheres nos EUA. Ainda na premiação na Academia, é dada como certa a presença de John Hawkes, de "As Sessões", e da pequena Quvenzhané Wallis, de "Indomável Sonhadora", entre os concorrentes às estatuetas de atuação.

O diretor de "Os Vingadores" , Joss Whedon, escreveu o roteiro de "O Segredo da Cabana", uma brincadeira com os filmes de terror em que jovens são encurralados numa casa na mata. A comédia "Bachelorette", com Kirsten Dunst, tenta repetir a fórmula politicamente incorreta de "Missão Madrinha de Casamento", enquanto "Celeste e Jesse Para Sempre" e "Ruby Sparks" cumprem a cota de romances açucarados. Matthew McConaughey é um assassino de aluguel em "Killer Joe" , de William Friedkin ("Operação França", "O Exorcista"), e Richard Gere, um magnata em "A Negociação". O cultuado diretor Wes Anderson reuniu um elenco de peso (Bruce Willis, Bill Murray, Edward Norton e vários outros) em "Moonrise Kingdom" , enquanto Oliver Stone chamou John Travolta, Benicio Del Toro e Salma Hayek para "Selvagens" .

Divulgação
Sean Connery em '007 Contra o Satânico Dr. No': 50 anos de James Bond no cinema

Uma das grandes novidades deste ano é a volta das sessões ao ar livre, na praia de Copacabana, em um telão montado em frente ao Copacabana Palace. A abertura, em 4 de outubro, será realizada com "The Pleasure Garden" (1925), filme mudo dirigido por Alfred Hitchcock, o primeiro de sua carreira, restaurado pelo British Film Institute. A trilha sonora será executada ao vivo pela Orquestra Sinfônica Brasileira Jovem, com regência do maestro britânico Christopher Austin.

Acesse o especial do Festival do Rio

No dia seguinte, 5 de outubro, outro presente: "007 Contra o Satânico Dr. No" vai agitar a beira-mar na data em que se comemora 50 anos de sua estreia, marca do cinquentenário de James Bond no cinema. Sean Connery interpreta o agente secreto, ao lado de Ursula Andress, eternizada por um biquíni branco ao sair do mar.

Além das estrelas do cinema brasileiro, um punhado de convidados internacionais tem presença confirmada. O ator britânico Jeremy Irons, ganhador do Oscar por "O Reverso da Fortuna" (1990), traz ao Brasil o documentário ambiental "Trashed - Para Onde Vai o Nosso Lixo", mas não é coincidência que Roland Joffé, que o dirigiu no cultuado "A Missão" (1986), venha também. Joffé apresentará em primeira mão "Encontrarás Dragões: Segredos da Paixão" ("There Be Dragons"), drama sobre a Guerra Civil Espanhola com a participação de Rodrigo Santoro. O brasileiro ainda está no elenco de outra produção internacional, "Hemingway & Gellhorn" , atração do encerramento do festival, com a presença do galã Clive Owen.

Também estarão no Rio os cineastas franceses Michel Gondry, com "O Nós e o Eu", e Leos Carax, que exibiu "Holy Motors" em Cannes; a artista plástica sérvia Marina Abramovic; a dupla Jonathan Dayton e Valerie Faris, diretores de "A Pequena Miss Sunshine", que farão uma pré-estreia especial da comédia romântica "Ruby Sparks: A Namorada Perfeita". O RioMarket, evento paralelo dedicado ao mercado de cinema, vai contar com profissionais consagrados, como o roteirista Frank Spotnitz ("Arquivo X"), o técnico de som Chris Newman (ganhador do Oscar por "O Exorcista", "Amadeus" e "O Paciente Inglês") e o maquiador Dean Jones ("X-Men: Primeira classe", "Piratas do Caribe").

Divulgação
'Pietà'%, do diretor sul-coreano Kim Ki-duk, ganhador do Festival de Veneza

Entre os filmes estrangeiros, destacam-se, por exemplo, "Twixt" , terror de Francis Ford Coppola, "Lay the Favorite" , dirigido por Stephen Frears, "Michael Jackson Bad 25" , de Spike Lee, "César Deve Morrer" , dos irmãos Taviani,  vencedor do Urso de Ouro em Berlim , e "Pietá" , do sul-coreano Kim Ki-duk, Leão de Ouro em Veneza . Também devem ser campeões de procura de ingressos o mexicano "Post Tenebras Lux" , de Carlos Reygadas, que causou frisson em Cannes;  "Another Year" , de Mike Leigh, indicado ao Oscar de melhor roteiro em 2011, ainda inédito no país; e "Mekong Hotel", do tailandês Apichatpong Weerasethakul . Nenhum deles, por enquanto, tem previsão de estreia no Brasil.

Divulgação
Kurt Russell em 'Fuga de Nova York' (1981), na retrospectiva do diretor John Carpenter

O festival homenageará quatro diretores: John Carpenter, mestre do cinema de horror, alvo de uma retrospectiva parcial; o veterano Manoel de Oliveira, com sete curtas incluídos na programação; o diretor brasileiro Alberto Cavalcanti, famoso por sua carreira no exterior entre os anos 1930 e 1950, terá parte de sua obra redescoberta; e o português João Pedro Rodrigues verá nove de seus filmes exibidos. No caso de Carpenter, será uma chance rara de assistir na tela grande clássicos como "Halloween", "Os Aventureiros do Bairro Proibido" e "O Enigma do Outro Mundo".

Na programação, são mais de 25 mostras temáticas, de filmes a meio ambiente, terror, homossexualidade e surfe. No campo da música, além de "Bad 25", destaque para "Marley" , sobre a vida da lenda do reggae; e "Neil Young Journeys" , mais uma colaboração do roqueiro com o cineasta Jonathan Demme. Entre os documentários, há retratos do comediante Jeryy Lewis e dos diretores Woody Allen e Roman Polanski.

O pacote com 25 ingressos custa R$ 200, enquanto o de 50 sai por R$ 350, ambos vendidos pela internet. A modalidade dá direito a garantir a entrada antes para uma determinada sessão – apenas 20% da capacidade de cada sala estará disponível no dia na bilheteria. Além disso, o valor dos ingressos varia de acordo com o cinema. Veja as informações no site oficial do festival .

    Leia tudo sobre: festival do riocinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG