Festival de Berlim aposta em cineastas jovens para driblar críticas

Atacado por conservadorismo, evento aposta em nomes promissores para se destacar no cenário do cinema mundial

Reuters |

Getty Images
Último preparativos para o Festival de Berlim
O Festival de Berlim , que no ano passado colocou o drama iraniano "A Separação" no caminho da fama mundial, tem uma seleção ainda mais ousada em 2012, com vários diretores promissores competindo na categoria principal.

O evento anual, durante o qual centenas de longas-metragens, curtas e documentários são exibidos em cinemas em toda a cidade, começa nesta quinta-feira (09) com a estreia mundial de "Les Adieux à la Reine", com Diane Kruger no papel de Maria Antonieta.

Siga o iG Cultura no Twitter

Valeria correr o risco de exibir um talento não comprovado este ano se isso ajudasse Berlim a se livrar da reputação de ser mais conservador em sua programação do que festivais de cinema rivais, disseram críticos.

"É interessante que pareça haver mais jovens diretores que estão apresentando ainda sua segunda obra", disse o crítico de cinema Jay Weissberg, da Variety, um veterano em Berlim. "Pode significar que Berlim pode estar tentando ser mais vanguarda."

Os organizadores do festival, liderados pelo diretor do evento, Dieter Kosslick , ficarão contentes se o festival deste ano puder descobrir outra pérola "escondida" do cinema mundial depois que deu à "A Separação" o Urso de Ouro de melhor filme em 2011 .

A atenção da mídia que se seguiu a isso colocou o filme, uma obra cáustica sobre a vida moderna no Irã, no caminho do reconhecimento internacional, incluindo um Globo de Ouro e duas indicações ao Oscar .

Destacando o alcance mundial de Berlim, o Urso de Ouro foi para o filme turco "Um Doce Olhar" em 2010, o peruano "A Teta Assustada" em 2009, o brasileiro "Tropa de Elite" em 2008, o chinês "O Casamento de Tuya" em 2007 e o bósnio "Em Segredo" em 2006.

Nenhum desses filmes, no entanto, chamou a atenção da indústria da mesma forma que "A Separação".

Veja também: Europa predomina na competição do Festival de Berlim 2012

Entre os relativamente novatos que competem ao Urso de Ouro de melhor filme na cerimônia de encerramento em 18 de fevereiro está o diretor indonésio Edwin, com "Postcards from the Zoo", seu segundo trabalho. Também apresentando suas segundas produções estão o francês Frederic Videau ("A Moi Seule"), o grego Spiros Stathoulopoulos ("Meteora") e a diretora franco-suíça Ursula Meier com "L'enfant d'en haut".

Os britânicos Declan Donnellan e Nick Ormerod apresentarão suas obras de estreia no drama de época francês fora da competição "Bel Ami" , com o galã Robert Pattinson, de "Crepúsculo" no papel principal.

Acesse o especial do Festival de Berlim

Eles vão se encontrar com estrelas de Hollywood que são esperadas em Berlim este ano. Billy Bob Thornton compete com "Jayne Mansfield's Car" e Meryl Streep vai receber um prêmio por sua carreira, além de exibir "A Dama de Ferro". Angelina Jolie vai apresentar seu drama de guerra bósnio "In the Land of Blood and Honey".

    Leia tudo sobre: festival de berlimcinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG