Christian Bale estrela dramalhão chinês "The Flowers of War"

Ator volta à China para filmar épico cafona, mas com belo visual, dirigido por Zhang Yimou

Mariane Morisawa, enviada especial a Berlim |

O massacre de Nanquim foi um dos episódios mais sangrentos da história, quando soldados japoneses invadiram a então capital chinesa, em 1937, matando estimados 200 mil civis e promovendo estupros em massa de mulheres e crianças. É essa a história contada em "The Flowers of War", de Zhang Yimou ("Lanternas Vermelhas" e "Herói"), baseado num romance de Yan Geling e estrelado por Christian Bale. O filme foi exibido nesta segunda-feira (13) no Festival de Berlim 2012 .

O ator galês interpreta John Miller, um agente funerário que se vê em Nanquim, no meio do conflito, quando vai preparar o corpo de um padre para o enterro. Topa com um grupo de meninas e um garoto que estão escondidos na igreja. Um pouco depois, chega um grupo de prostitutas. Em princípio, ele só quer saber do seu dinheiro e de sua sobrevivência, mas acorda vestido de padre após uma bebedeira e estranhamente passa a agir como um, ao ser conquistado pelo drama das meninas, ameaçadas pelos soldados japoneses.

Siga o iG Cultura no Twitter

Yimou produz algumas belas imagens, de alto impacto visual, como Miller pulando num depósito de farinha ou tiroteios que soltam papéis coloridos, mas, frequentemente, o resultado é um tanto cafona. O filme conta uma história importante e pouco conhecida no Ocidente, mas apela ao dramalhão.

AP
Christian Bale, o diretor Zhang Yimou e a atriz Ni Ni posam para a imprensa na capital alemã

Bale faz sua volta à China, onde começou sua carreira, justamente falando sobre a invasão de Xangai, na mesma Guerra Sino-Japonesa, em "O Império do Sol". "Parece uma outra vida. Sou grato a Steven Spielberg, que mudou muito a minha vida. E pode parecer surpreendente, mas não fiz muitas conexões entre os filmes. Para mim era uma experiência diferente, porque tinha ido à China, mas nunca tinha feito um filme chinês", disse Bale na coletiva de imprensa na tarde de hoje, sobre a mais cara produção já feita no país .

O diretor Zhang Yimou disse que o escolheu não porque queria um astro, mas porque queria alguém que pudesse atuar. "Eu sabia que ele tinha feito 'O Império do Sol', foi o destino que quis que trabalhássemos juntos neste filme."

The New York Times: Zhang Yimou adota tom menos polêmico na China

Bale afirmou que não há comparação entre esse herói e Batman. "Eu deixo para vocês, jornalistas, ou para os espectadores fazerem essas relações. Não comparo personagens." O ator ficou vermelho quando recebeu elogios das atrizes Ni Ni, uma estudante de comunicação que faz sua estreia no cinema, e Zhang Doudou – ambas interpretam cortesãs.

"Fiquei muito nervosa quando soube que ia atuar com ele, um grande astro de Hollywood. Achei que ele ia ser sério, mas é muito amigável", disse Ni Ni.

null

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG