Faisal Shahzad comparecerá a juizado em Nova York

Nova York, 18 mai (EFE).- Faisal Shahzad, o americano de origem paquistanesa acusado de armar o atentado fracassado com um carro bomba em Times Square, comparecerá hoje a um juizado em Nova York, depois de entregar "informações valiosas" às autoridades americanas, informou um comunicado da Promotoria Federal.

EFE |

Nova York, 18 mai (EFE).- Faisal Shahzad, o americano de origem paquistanesa acusado de armar o atentado fracassado com um carro bomba em Times Square, comparecerá hoje a um juizado em Nova York, depois de entregar "informações valiosas" às autoridades americanas, informou um comunicado da Promotoria Federal. Shahzad, de 30 anos e acusado de ser responsável pela tentativa de atentado em Nova York no dia 1º de maio, foi detido dois dias depois e, desde então, proporcionou "valiosas informações que permitiram avançar em uma investigação que continua aberta", explicou a Promotoria, em comunicado, que não informou sobre a hora em que acontecerá o comparecimento. O acusado de estacionar um carro em Times Square carregado com três bujões de gás propano e dois de gasolina, além de relógios a pilha, cabos e material pirotécnico, que não chegou a explodir, foi detido pelas autoridades americanas no dia 3 de maio, no aeroporto JFK, em Nova York. Desde então, Shahzad está preso em um local não identificado e, segundo as autoridades, recusou uma audiência judicial inicial, como contempla a lei, para continuar colaborando com as autoridades encarregadas de esclarecer quem está por trás da tentativa de atentado. Shahzad pode enfrentar uma pena de prisão perpétua, já que é acusado de cinco crimes, entre eles o de uso de armas de destruição em massa e o de cometer atos de terrorismo além das fronteiras nacionais. O comparecimento de Shahzad hoje ao juizado acontecerá enquanto detalhes de sua vida e do planejamento do atentado fracassado ainda são investigados, segundo o canal "Fox News". O canal cita pessoas próximas à investigação oficial do caso que asseguram que, se o atentado em Manhattan tivesse dado certo, Shahzad teria armado ataques em outros lugares movimentados da cidade, como o Rockefeller Center e a estação de trem Grand Central. Segundo as mesmas fontes, Shahzad teria escolhido realizar o ataque contra Times Square às 18h30 locais, horário de maior movimento na praça, depois de analisar imagens das câmeras de segurança espalhadas pela rua, que podem ser consultadas na internet. EFE dvg/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG