Raúl Castro substitui vice-presidente e muda ministros

José Ramón Fernandéz, 88 anos, passará a ser assessor de líder cubano; pastas de Meio Ambiente e Educação tiveram mudanças

iG São Paulo |

O presidente cubano, Raúl Castro, realizou uma nova reestruturação de sua cúpula de governo ao substituir o veterano vice-presidente José Ramón Fernández e nomear novos ministros de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente e Educação Superior.

Saiba mais: Veja o especial do iG sobre a vida em Cuba

Fernández, de 88 anos e vice-presidente do Conselho de Ministros desde 1981, passará a ser assessor de Raúl Castro "levando em conta sua experiência, resultados positivos no exercício do cargo, em particular os apresentados no desenvolvimento educacional do país", diz a nota oficial publicada no jornal "Granma".

EFE
Fotografia de arquivo mostra Raúl Castro (D) com o então vice-presidente José Ramón Fernández em Havana
Como parte de sua longa trajetória política e militar, Fernández dirigiu as escolas militares nas quais foram formados os primeiros oficiais do Exército Rebelde, foi um estrategista durante a invasão da Baía dos Porcos, em 1961, e durante anos esteve a cargo do Ministério da Educação. Desde 1997 ele é presidente do Comitê Olímpico de Cuba (COC).

Raúl Castro decidiu elevar ao cargo de vice-presidente do Conselho de Ministros Miguel Díaz-Canel, até agora ministro da Educação Superior, que será substituído na pasta pelo vice Rodolfo Alarcon Ortiz.

Já para o Ministério de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente foi nomeada Elba Rosa Pérez Montoya, que desde 2006 é chefe do departamento de Ciência do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba.

O ex-titular da pasta José Miyar Barrueco passa a ocupar a direção da nova Organização Superior de Direção Empresarial.

A nova reestruturação de governo faz parte do movimento levado adiante por Raúl Castro desde que assumiu a Presidência em fevereiro de 2008. No campo econômico, as reformas de Raúl Castro introduziram novas regras sobre propriedade privada e permitiram a compra e venda de imóveis na ilha.

*Com EFE

    Leia tudo sobre: cubaraúl castrofidel castromudançasgovernocúpulareforma

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG