Opositor cubano morre depois de ser preso em Santa Clara

Juan Soto morreu após ser 'algemado e espancado' por policiais ao se negar sair de parque, segundo dissidente Guillermo Fariñas

AFP |

O opositor cubano Juan Wilfredo Soto, de 46 anos, morreu neste domingo na cidade de Santa Clara três dias após ser detido e espancado pela polícia, denunciou a dissidência, sem que ainda tenha sido divulgada a versão oficial do ocorrido.

Soto, cuja morte foi atribuída por médicos a uma pancreatite, faleceu durante a madrugada em um hospital de Santa Clara, para onde foi levado pelos agentes na quinta-feira após ser preso em um parque, segundo o opositor Guillermo Fariñas, que falava em uma funerária da cidade, que fica a 280 km a leste de Havana.

"Não há a menor dúvida de que ocorreu uma relação de causa e efeito e que a morte de Soto está relacionada com os golpes que ele recebeu", afirmou o dissidente Elizardo Sánchez, presidente da Comissão Cubana de Direitos Humanos.

O governo, que afirma que os opositores são mercenários financiados pelos Estados Unidos com milhões de dólares, ainda não se pronunciou sobre a denúncia.

Prisão

Segundo Farinãs, Soto, que sofria de vários problemas de saúde, foi "espancado" e "algemado" pela polícia quando se negou a sair do parque central de Santa Clara. O dissidente, que foi preso em três ocasiões acusado de crimes como divulgação de "propaganda inimiga', foi levado a uma delegacia de polícia, mas o chefe da unidade o enviou ao hospital, pois já conhecida de seus problemas de saúde.

"Os médicos disseram que era preciso operá-lo ou não podiam garantir sua vida, e Soto morreu quando já seria operado. Disseram à família que era uma pancreatite", disse Fariñas, sociólogo de 48 anos.

Para Farinãs, Soto foi a "primeira vítima do discurso do presidente Raúl Castro no 6º Congresso do Partido Comunista (PCC)", realizado em abril, quando advertiu que o povo revolucionário não permitiria à oposição tomar praças e ruas.

    Leia tudo sobre: cubadissidenteraúl castrooposiçãosanta clara

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG