Dissidentes cubanos são sentenciados por distribuir panfletos

Tribunal cubano condenou os quatro opositores em Havana por desacato e desordem pública

iG São Paulo |

Quatro homens que distribuíam panfletos antigoverno na Praça da Revolução de Havana foram condenados nesta terça-feira a até 5 anos de prisão por um tribunal cubano.

Três dos homens - Luis Enrique Labrador, de 33 anos, David Piloto, 40 anos, e Walfrido Rodríguez, 42 anos - receberam sentenças de 5 anos. Yordanis Martínez, 23 anos, recebeu pena de 3 anos depois de o tribunal ouvir evidências de que perpetraram "desacato" e "desordem pública".

Segundo familiares, os dissidentes cubanos repudiaram a decisão e pedem para ser considerados presos políticos.

Em janeiro, eles atiraram panfletos ao ar em duas localidades de Havana, incluindo a enorme Praça da Revolução, situada defronte aos principais escritórios do governo e local de grandes desfiles e comícios governamentais.

"Eles não cometeram nenhum ato criminoso, não colocaram bombas ou atacaram alguém. Só protestaram por seus ideais", disse Vidiet Martinez, irmão de um dos detidos.

Em março, Cuba finalizou a libertação de 114 presos políticos - incluindo todos os considerados "prisioneiros de consciência" pela Anistia Internacional - em um acordo mediado pela Igreja Católica. Desde então, dissidentes têm acusado o governo de agredi-los e detê-los, mas nenhum deles por longos períodos.

Setenças longas

Elizardo Sánchez, da independente Comissão Cubana de Direitos Humanos, disse aos repórteres que as longas sentenças são "demais" e sugeriu que a Anistia Internacional deveria incluí-los em sua lista de prisioneiros de consciência.

Fora do tribunal, pessoas gritavam contra e pelo governo, a maioria a favor. "Veja, eles são quatro criminosos comuns, contrarrevolucionários, atacaram um policial, esses mercenários têm que mostrar respeito", disse Juan Miguel Garriga, pró-governo.

*Com Reuters

    Leia tudo sobre: cubadissidentesgovernohavanapraça da revolução

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG