Brasil apoia reformas políticas e econômicas anunciadas por Cuba

Congresso deu aval a plano de reformas econômicas que inclui autorização de negociações diretas entre proprietários de imóveis

EFE |

O ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, manifestou nesta quarta-feira seu apoio ao plano de reformas políticas e econômicas aprovado nesta semana pelo Partido Comunista de Cuba em seu 6º Congresso.

O chanceler, por intermédio do porta-voz do Itamaraty, Tovar Nunes, disse que o governo brasileiro considera positivas as reformas estruturais anunciadas, e que as interpreta como sinais de um "momento de transição importante".

O ministro acrescentou que, apesar de Cuba já ter avançado nos campos de direitos sociais e liberdades públicas, o Brasil considera que a ilha ainda tem um "caminho a percorrer" nestas áreas.

AP
Delegados participam de congresso do Partido Comunista de Cuba na capital, Havana (16/04)
O Partido Comunista cubano aprovou, entre outras propostas, uma renovação em seu comando após 46 anos e a substituição de Fidel Castro por seu irmão Raúl como primeiro-secretário da legenda, além da designação de José Ramón Machado Ventura como segundo secretário.

O 6º Congresso do partido também deu aval a um plano de reformas econômicas apresentado por Raúl Castro que inclui a autorização de negociações diretas entre os proprietários dos imóveis para a venda de casas.

    Leia tudo sobre: cubacongresso reformas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG