População de Cuba diminui e envelhece, aponta censo

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Total de 18,3% da população cubana tem 60 anos ou mais de idade, o que se compara com os 17,4% de 2009

Reuters

A população de Cuba diminuiu e manteve uma acelerada tendência de envelhecimento, publicou nesta sexta-feira (8) a mídia local, citando dados oficiais do censo realizado em setembro de 2012.

Conheça a nova home do Último Segundo

Veja o especial do iG sobre Cuba

AP
Cubanos agitam bandeiras perto de um prédio com as fotos de Hugo Chávez e do ex-líder sindicalista de Cuba Lázaro Peña durante marcha do Dia do Trabalho

O diretor nacional do censo, Juan Carlos Alfonso, citado pelo jornal Granma, do governista Partido Comunista, disse que a população cubana caiu para 11,167 milhões de habitantes, ante 11,239 milhões em 2009.

Um total de 18,3% da população, ou 2,041 milhões de cubanos, tem 60 anos ou mais de idade, o que se compara com 17,4% de 2009 e 14,7% de 2002, quando foi feito o último censo.

Havana: Cuba anuncia processo para unificar moedas

Cem pontos: Cuba oferecerá acesso público à internet

Visita: Yoani cobra posição do Brasil sobre direitos humanos em Cuba

Segundo estudos da Organização das Nações Unidas (ONU), espera-se que 25% da população da América Latina supere os 60 anos em 2050.

Alfonso disse que o censo contabilizou 10.418 cubanos menos do que há 10 anos e que em 97 dos 168 municípios da ilha "decresce a população em relação ao censo anterior".

Os indicadores representam um desafio para um país subdesenvolvido e pequeno no momento em que realiza uma série de reformas para modernizar a sua economia doméstica frágil.

Miguel: Conheça o ex-professor que pode suceder os irmãos Castro em Cuba

Sucessor: Reeleito, Raúl Castro confirma transição política em Cuba

"Para 2035, espera-se que sejam 3,6 milhões de homens e mulheres com seis ou mais décadas de vida, o que aumentará a população idosa que, juntamente com as crianças, irá diminuir o número de pessoas capazes de trabalhar e terá um impacto sobre a economia doméstica", afirmou o site Cubadebate.

O governo argumenta que a população economicamente ativa era de 5,022 milhões de pessoas quando o censo foi realizado, o que representa 54,3% de todos os cubanos acima de 15 anos, em comparação com 50% do estudo precedente.

Leia tudo sobre: MUNDOCUBAPOPULACAOREDUZ

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas