Filha de Raúl Castro obtém visto para viajar aos EUA

Concessão a Mariela Castro desatou onda de críticas de políticos cubano-americanos que dizem que ela é inimiga da democracia

iG São Paulo |

Mariela Castro, filha do presidente cubano Raúl Castro e diretora do Centro Nacional de Educação Sexual (Cenesex), obteve um visto para viajar aos Estados Unidos para participar de um evento acadêmico em São Francisco, na Califórnia, disse na quarta-feira um porta-voz da instituição.

Leia também: Raúl Castro é a favor do casamento gay, revela sua filha

EFE
Mariela, filha do presidente cubano, Raúl Castro, participou com cerca de 300 cubanos de manifestação contra a homofobia em Havava (12/5)
A permissão de viagem desatou uma onda de críticas dos políticos cubano-americanos que dizem que ela é uma inimiga da democracia e um chamariz para o governo comunista que sua família lidera há décadas.

A sexóloga, que promove a partir do Cenesex uma campanha contra a homofobia em Cuba, participará do 30º Congresso da Associação de Estudos Latino-Americanos (Lasa), que ocorrerá na cidade californiana entre 23 e 26 de maio.

Sob a direção de Mariela Castro, o Cenesex promoveu em Cuba nos últimos anos uma campanha a favor dos direitos dos homossexuais e conseguiu, até mesmo, impulsionar as operações de mudança de sexo, aprovadas por resolução ministerial em 2008.

A instituição também apresentou ao Parlamento cubano um projeto de lei que modificaria o Código da Família em aspectos como a união legal entre casais homossexuais, embora essa iniciativa ainda não tenha sido aprovada.

Em 10 de maio, Mariela Castro qualificou de " excelente " o apoio expressado pelo presidente dos Estados Unidos , Barack Obama, ao casamento entre homossexuais e o felicitou por sua mensagem "humana".

*Com EFE e AP

    Leia tudo sobre: casamento gayobamaraúl castrocuba

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG