Escultor Richard Serra ganha Prêmio Príncipe de Astúrias das Artes

Oviedo (Espanha), 12 mai (EFE).- O artista americano Richard Serra, um dos mais relevantes escultores de vanguarda na ativa, foi premiado hoje em Oviedo (Espanha) com o Prêmio Príncipe de Astúrias das Artes 2010.

EFE |

Oviedo (Espanha), 12 mai (EFE).- O artista americano Richard Serra, um dos mais relevantes escultores de vanguarda na ativa, foi premiado hoje em Oviedo (Espanha) com o Prêmio Príncipe de Astúrias das Artes 2010. O escultor, filho de pai espanhol, é conhecido por suas obras minimalistas e de grande tamanho, assim como pelo processo que utiliza, partindo de materiais industriais como o chumbo, o aço e o concreto. A ata do júri destaca a audácia de Serra para trabalhar "desde sua perspectiva minimalista os espaços urbanos mais significativos em escala internacional, através de obras de grande potência visual que convidam à reflexão e ao assombro". Além disso, incide em sua vinculação com a melhor tradição da arte europeia ao longo de sua "brilhante" trajetória e em seu caráter de artista polifacético, "cuja dimensão universal se expressa em formas contundentes e conceitos sugestivos". Serra, finalista do prêmio em quatro edições anteriores e que foi indicado por Carmen Giménez, comissária de arte do século XX da Fundação Solomon R. Guggenheim de Nova York, se impôs nas últimas votações às candidaturas do diretor de orquestra Riccardo Muti e do cineasta Carlos Saura. Concorriam ao prêmio 29 candidatos procedentes de 14 países, entre os quais figuravam a dançarina cubana Alicia Alonso, o compositor italiano Ennio Morricone, o grupo argentino Les Luthiers, o arquiteto português Álvaro Siza, o músico francês Pierre Boulez e o cantor espanhol Joan Manuel Serrat. O arquiteto Norman Foster recebeu em 2009 o prêmio das Artes, com o qual também já foram agraciados no passado, entre outros, o fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado e o cineasta americano Woody Allen. O prêmio concede 50 mil euros ao vencedor e a reprodução de uma escultura desenhada por Joan Miró. Como as outras sete categorias ainda por decretar, este prêmio será entregue pelo príncipe Felipe de Borbón em cerimônia que será realizada no final de outubro no teatro Campoamor de Oviedo. EFE rm/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG