Paulo Octávio se desfilia do DEM para não ser expulso

O governador em exercício do Distrito Federal, Paulo Octávio, apresentou ao DEM seu pedido de desfiliação. A informação foi confirmada pela assessoria de Paulo Octávio. O comunicado tem apenas uma frase: ¿Venho por meio desta comunicar a minha desfiliação do partido.¿

iG São Paulo |

Agência Brasil
O governador em exercício do
Distrito Federal, Paulo Octávio
O DEM já tinha dado o prazo até amanhã para que o governador em exercício do DF tomasse sua decisão pela desfiliação do partido ou pela renúncia ao governo. Caso nenhuma das decisões fosse anunciada, já havia consenso dentro do partido para a expulsão sumária do governador .

Nesta terça-feira mesmo, um grupo de parlamentares do DEM apresentaria ao partido o pedido de expulsão de Paulo Octávio, por causa das denúncias que supostamente envolvem a cúpula do governo do DF, deputados distritais e empresários em um esquema de corrupção.

O governador interino é citado em investigação da Polícia Federal (PF) sobre um suposto esquema de pagamento de propina, o mesmo que investiga o governador licenciado, José Roberto Arruda, preso há 12 dias na PF por obstrução da apuração do caso.

Depois do escândalo, que veio à tona em novembro e foi divulgado pelo iG , Arruda também pediu desfiliação do DEM no mês seguinte.

*com informações da Reuters e Agência Brasil

Saiba mais sobre escândalo no DF

    Leia tudo sobre: escândalo no df

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG