Paulo Octávio quer apoio de Lula para continuar no governo do DF

O governador em exercício do Distrito Federal, Paulo Octávio (DEM-DF), quer pedir o apoio do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para continuar governando. Neste sábado, ao cumprir agenda de visita a obras em Brasília, Paulo Octávio afirmou que tem uma audiência pré-agendada com Lula na próxima quarta-feira.

iG São Paulo |

"Quero dizer ao presidente Lula que nós vivemos em um sistema democrático. Eu estou assumindo o governo de Brasília em um momento difícil. Quero pedir o apoio dele. Quero pedir que ele nos ajude, que ajude Brasília e que ajude na celebração dos 50 anos da cidade.

Paulo Octávio assumiu o governo após a prisão do governador José Roberto Arruda (ex-DEM, atualmente sem partido), envolvido em um esquema de corrupção investigado pela Operação Caixa de Pandora.

Na última quinta-feira, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, pediu intervenção federal no Distrito Federal. O pedido está sob análise do Supremo Tribunal Federal (STF), que deu prazo de cinco dias úteis para que o governo do DF apresente sua defesa prévia.

Na sexta-feira, Octávio se reuniu com procuradores, secretários de estado e advogados no Palácio do Buriti, sede oficial do governo, onde debate a preparação da peça de defesa. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, em entrevista a duas rádios goianas, que a intervenção pode ocorrer, caso a Justiça assim decida. Porém, o iG apurou que Lula ainda não acredita que o STF decidirá pela intervenção.

*Com informações da Agência Brasil

Leia também:

Saiba mais sobre escândalo no DF

    Leia tudo sobre: arrudapaulo octávio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG