Paulo Octávio prepara defesa contra intervenção federal

Governador em exercício do DF está reunido com procuradores, secretários de estado e advogados, preparando a defesa

Fred Raposo, iG Brasília |

O governador em exercício, Paulo Octávio, prepara defesa contra a intervenção federal no Distrito Federal (GDF). Sua assessoria de imprensa disse ao iG que, neste momento, Paulo Octávio está reunido com procuradores, secretários de estado e advogados no Palácio do Buriti, sede oficial do governo, onde debate a preparação da peça de defesa.

O GDF afirma que não foi notificado oficialmente da intervenção. Caso isto aconteça, terá cinco dias para apresentar defesa junto ao Supremo Tribunal Federal (STF).

A reunião começou por volta das 11h, depois que Paulo Octávio cancelou sua ida à Câmara Legislativa do DF, marcada para a  manhã de hoje. No encontro, seriam debatidas a intervenção, as "condições de governabilidade" e a agenda do DF, após a prisão, na noite de ontem, do governador licenciado José Roberto Arruda.



A visita foi suspensa, explica a assessoria do governador em exercício, devido a uma "discussão acalorada" entre os parlamentares. Mas reforça que Paulo Octávio colocou-se "à disposição" do presidente da Câmara, Wilson Lima (PR), para um encontro posterior, que pode acontecer ainda hoje.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou hoje pela manhã, em entrevista a duas rádios goianas, que a intervenção pode ocorrer, caso a Justiça assim decida. Mas o iG apurou que Lula ainda não acredita que o STF decidirá pela intervenção. O debate ocorre às vésperas do aniversário de Paulo Octávio, que amanhã completa 60 anos. Segundo sua assessoria, o governador em exercício deve se pronunciar sobre a intervenção esta tarde.

    Leia tudo sobre: paulo octávioescândalo no df

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG