anulação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga o suposto esquema de corrupção no Distrito Federal. A oposição diz que vai recorrer ao Plenário." / anulação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga o suposto esquema de corrupção no Distrito Federal. A oposição diz que vai recorrer ao Plenário." /

Oposição diz que encerramento da CPI no Distrito Federal é manobra

BRASÍLIA - A oposição na Câmara Legislativa classificou nesta quinta-feira de manobra da base governista a http://ultimosegundo.ig.com.br/escandalodf/2010/01/21/aliados+de+arruda+manobram+para+anular+cpi+no+df+9372075.htmlanulação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga o suposto esquema de corrupção no Distrito Federal. A oposição diz que vai recorrer ao Plenário.

Agência Brasil |

    De acordo com o deputado Chico Leite (PT), os governistas fizeram uma interpretação equivocada da decisão judicial para impedir o depoimento do ex-secretário de Relações Institucionais, Durval Barbosa, denunciante do esquema, à comissão ¿ marcado para a próxima terça-feira (26). Demonstraram que não tem vontade política de investigar. Quem não tem vontade de investigar é porque teme as investigações, afirmou Leite.

    Isso é uma questão de interpretação. A liminar não fala sobre a CPI. O regimento da Câmara não pode ser rasgado, disse o presidente em exercício da Casa, Cabo Patrício (PT).

    O presidente da comissão, Alírio Neto (PPS), com apoio da maioria dos membros, declarou que a CPI está anulada por causa da liminar de ontem (20) que afastou oito distritais e dois suplentes, suspeitos de participarem do esquema, de analisarem ou votarem os processos de impeachment do governador José Roberto Arruda (sem partido).

    Na decisão, o juiz Vinícius Silva, da 7 ª Vara da Fazenda Pública do Distrito Federal, declarou nulo todo ato deliberativo já praticado pela Casa, no qual houve a interferência direta e cômputo do voto dos deputados ora afastados.

    Segundo Alírio, os deputados afastados assinaram atos de indicação dos membros da CPI e também de autoconvocação da Casa, e, assim, devem ser considerados nulos conforme a decisão judicial.

    É só usar um pouquinho de inteligência e perceber, claramente, que a composição da CPI foi baseada no exercício do mandato dessas pessoas, afirmou Alírio.

    A base governista nega que o fim da CPI tenha sido uma manobra política. "A manobra foi do juiz", disse Alírio, ao ser questionado sobre as declarações da oposição.

    Leia também:

    Leia mais sobre: Escândalo no DF

      Leia tudo sobre: escândalo no df

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG