Novo presidente da OAB-DF foi advogado de Arruda

Como presidente da entidade, Francisco Caputo será responsável por acompanhar pedido de impeachment do governador na Câmara

Matheus Leitão, iG Brasília |

No dia 1º de janeiro, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) empossou os seus 27 novos presidentes estaduais. No Distrito Federal, o vencedor da campanha foi o advogado Francisco Queiroz Caputo Bastos. A eleição, vencida democraticamente, tem gerado um constrangimento na cidade: foi a mais politizada dos últimos anos. A OAB, com a tradição de manter-se independente de governos e partidos, viveu uma campanha onde havia um forte apoio político do governador Jose Roberto Arruda.

O advogado Francisco Caputo teve 4783 votos, 400 a mais do que o segundo colocado. Em seu site de campanha, uma matéria publicada no dia 30 de setembro trazia o titulo Governador Arruda apóia Questão de Ordem (chapa de Caputo na eleição). A notícia foi postada no Twitter às 18h12 do mesmo dia, dois meses antes das fitas de vídeo gravadas por Durval Barbosa, ex-secretario de Relações Institucionais do governo do Distrito Federal, serem divulgadas antecipadamente pelo iG . O site da chapa Questão de Ordem está, agora, fora do ar.

O escritório de Francisco Caputo teve o próprio governador Arruda entre clientes nos últimos anos. No inquérito da operação Caixa de Pandora, no Superior Tribunal de Justiça, um sócio do Caputo peticiona como advogado do governador e pede para ter acesso aos autos. Depois, transfere os poderes ao advogado Jose Gerardo Grossi com reserva, o que mantém o escritório na defesa do governador. "A nossa expectativa é de que não se confunda as relações profissionais e pessoais com as institucionais da OAB, o que sempre foi a nossa tradição", afirma o presidente nacional da entidade, Cezar Britto.

Como presidente da OAB-DF, Francisco Caputo será o responsável por acompanhar o pedido de impeachment do governador Arruda na Câmara Legislativa. No início de dezembro, a gestão anterior da OAB-DF fez o pedido à Câmara e pediu celeridade no caso no ultimo dia 19.  Em discurso ao assumir o cargo, Francisco Caputo disse que irá manter, se tiver apoio dos conselheiros, a entidade engajada no combate à corrupção no DF.

Dias depois da posse, o site da OAB-DF saiu do ar. Quem entrou na página da entidade na internet, se deparou com a seguinte mensagem: Em Breve. Site fora do ar para reformulação. Agradecemos a compreensão. OAB-DF. Na quinta-feira, o site voltou ao normal, mas sem as notícias sobre os pedidos de impeachment do governador, do vice e dos deputados feitos pela entidade. Nesta sexta, saiu do ar novamente. A reportagem do iG tentou falar com o advogado Francisco Caputo por celular e deixou recados com sua secretária, mas o presidente a OAB não retornou as ligações.

    Leia tudo sobre: arrudaescândalo no df

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG