renunciou ao cargo, e foi remarcada para esta quarta-feira, com Lima. Mais cedo, Wilson Lima se reuniu com Paulo Octávio na vice governadoria do DF. Ele deve despachar normalmente, à tarde, no Palácio do Buriti." / renunciou ao cargo, e foi remarcada para esta quarta-feira, com Lima. Mais cedo, Wilson Lima se reuniu com Paulo Octávio na vice governadoria do DF. Ele deve despachar normalmente, à tarde, no Palácio do Buriti." /

Novo governador do Distrito Federal se reúne com Paulo Octávio e secretários

O novo governador do Distrito Federal, Wilson Lima (PR), iniciou a quarta-feira com um encontro com o secretariado na sede do governo em Taguatinga, segundo sua Assessoria de Imprensa. A reunião com o secretariado estava marcada para ontem, ainda com o então governador Paulo Octávio, que http://ultimosegundo.ig.com.br/escandalodf/2010/02/23/paulo+octavio+renuncia+ao+cargo+de+vice+governador+do+distrito+federal+9406573.htmlrenunciou ao cargo, e foi remarcada para esta quarta-feira, com Lima. Mais cedo, Wilson Lima se reuniu com Paulo Octávio na vice governadoria do DF. Ele deve despachar normalmente, à tarde, no Palácio do Buriti.

Agência Estado |


Paulo Octávio afastou-se nesta terça-feira do comando do Distrito Federal. Envolvido no escândalo do "Mensalão do DEM" e isolado pelo próprio partido, ele disse "não ser possível governar sangrando em praça pública". Com a renúncia, assumiu o deputado distrital Wilson Lima, tornando-se o terceiro governador a ocupar o posto em menos de duas semanas.

Poucos minutos antes de deixar o governo, Paulo Octávio pediu desfiliação do DEM. A legenda pediu a seus filiados que abandonassem os cargos que ocupavam no governo do DF logo após o governador eleito, José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM), ter sido preso pela Polícia Federal (PF), no último dia 11, por obstrução às investigações sobre o esquema de corrupção local do qual ele seria chefe e Paulo Octávio beneficiário. Sem apoio, Paulo Octávio decidiu renunciar.

Wilson Lima

Amigo de José Roberto Arruda, o deputado distrital Wilson Lima, eleito pelo PR, usou do bom trânsito entre os colegas para ser içado, no início do mês, a presidente da Câmara Legislativa. Foi nomeado após a saída de Leonardo Prudente, flagrado guardando dinheiro na meia, com votos de 17 dos 24 parlamentares. Desses 17, oito são investigados pela Operação Caixa de Pandora. Prudente e Eurides Brito, também flagrado recebendo dinheiro , estudam reunciar aos mandatos até quarta-feira.

Com a falta de credibilidade da Câmara Legislativa, os deputados estudam fazer uma emenda na Lei Orgânica do DF nos próximos 15 dias para abrir a possibilidade de uma eleição indireta no próximo mês.

Considerado afável e simpático pelos colegas, Wilson Lima recebeu dos colegas o apelido de deputado ursinho. "O Wilson Lima é muito amável no trato pessoal, sim, mas essa amabilidade não se sobrepõe aos mandos do governador", pondera a deputada Érika Kokay (PT).

Leia também:

Saiba mais sobre escândalo no DF

    Leia tudo sobre: escândalo no df

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG