Ministro aguarda informações do STJ para decidir sobre habeas corpus em favor de ex-secretário de Arruda

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, está analisando o pedido de habeas corpus apresentado no sábado pela defesa do ex-secretário de comunicação do Distrito Federal, Wellington Moraes.

Agência Brasil |

Em entrevista à Agência Brasil, o ministro disse que recebeu o pedido às 22h e aguarda informações do Superior Tribunal de Justiça (STJ) para proferir uma decisão.

O ex-secretário Wellington Moraes está preso preventivamente na Penitenciária da Papuda, em Brasília, desde o último dia 12, por ter sido denunciado como intermediador de um suposto suborno ao jornalista Edmilson Edson dos Santos, o Sombra.

A defesa de Wellington Moraes alega que que ele não está sendo investigado no Inquérito 650 da Procuradoria-Geral da República, logo, não pesaria contra ele a acusação de obstruir os trabalhos de investigação da polícia.

O ministro Marco Aurélio também falou que não há possibilidade de rever a decisão de negar o habeas corpus ao governador licenciado do Distrito Federal, José Roberto Arruda. Quem leu a minha decisão percebeu meu convencimento sobre a matéria, disse.

Segundo ele, a decisão liminar foi encaminhada à Procuradoria-Geral da República (PGR) para análise. De acordo com o ministro, após o parecer da PGR, o STF poderá julgar o mérito do pedido de habeas corpus.

Leia também:

Saiba mais sobre escândalo no DF


    Leia tudo sobre: arruda

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG