Metade dos eleitores do DF quer intervenção

Metade dos eleitores do Distrito Federal apoia o pedido de intervenção federal solicitado pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel, revela pesquisa do instituto Soma Opinião & Mercado. Dos mil entrevistados, 50% se declararam a favor da medida, 39% contra e 11% não souberam responder.

Agência Estado |

O conhecimento da crise é alto: 83% sabem que o Executivo e demais Poderes foram atingidos pela corrupção.

Na opinião do cientista político David Fleischer, da Universidade de Brasília, os moradores do DF vivem um período de decepção com a política. "Para a população, os Três Poderes estão contaminados e desacreditados", avalia.

A crise, que levou à prisão de José Roberto Arruda e à renúncia do seu vice, Paulo Octávio (ambos ex-DEM), fez com que o eleitorado ficasse desorientado. Apenas 30% sabem que Wilson Lima (PR) é o atual governador em exercício; 64% afirmaram não saber quem comanda o Executivo local e outros 6% erraram o nome.

A pesquisa mostra que o eleitorado brasiliense está pessimista com os desdobramentos da crise. Para 66%, a turbulência política vai "prejudicar muito" o crescimento econômico do Distrito Federal. Para 20%, "vai prejudicar pouco", enquanto 10% dizem que não vai haver prejuízo e 4% não souberam responder. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Leia mais sobre o escândalo no DF

    Leia tudo sobre: df

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG