Falta de luz atrasa discussão sobre impeachment de Arruda

O deputado distrital Chico Leite (PT) apresenta nesta sexta-feira parecer favorável ao impeachment do governador afastado, José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM), que está preso pela Polícia Federal (PF) desde o dia 11 por obstruir as investigações sobre o esquema de corrupção supostamente chefiado por ele. A reunião da Comissão Especial - onde Chico Leite apresentará o parecer - estava marcada para começar às 10h30, mas foi atrasada devido à falta de luz na Câmara Legislativa. Segundo a Companhia Energética de Brasília (CEB), houve um problema no gerador de energia que abastece a Asa Norte, onde fica a Casa.

iG São Paulo |

Antes disso, o relator da matéria, deputado Chico Leite (PT), confirmou a jornalistas que seu parecer é favorável ao pedido. "Minha conclusão é pelo impeachment. Espero que a Casa decida pela abertura do processo", disse.

No parecer, Chico Leite acusa Arruda de crime contra o livre exercício dos Poderes, crime contra o uso e emprego legal do dinheiro público e de crime contra a probidade na administração pública. Caso a Comissão Especial aprove o documento hoje, o governador preso será notificado e terá 20 dias para apresentar defesa.

Chico Leite usará a defesa do governador para elaborar um novo parecer, que voltará à pauta da Comissão Especial. Se o colegiado também aprovar este segundo texto, o pedido de impeachment seguirá para o plenário. Uma vez referendado pela Casa, Arruda é afastado do governo por 120 dias enquanto um colegiado formado por cinco desembargadores do Tribunal de Justiça (TJ) do DF e cinco deputado distritais analisará se o impeachment deve ser decretado ou não.

* com informações da Agência Estado e Reuters

Leia também:

Leia mais sobre Escândalo no DF

    Leia tudo sobre: escândalo no df

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG